sicnot

Perfil

País

PJ arresta 260 mil euros a funcionário da CM de Montalegre

A Polícia Judiciária arrestou bens no valor de 260 mil euros a um funcionário da Câmara de Montalegre, suspeito de receber luvas para facilitar o licenciamento de obras.

Trata-se de um técnico superior, acusado do crime de corrupção que começará a ser julgado no início de outubro.

Os investigadores concluiram que os bens, agora arrestados, poderão ser fruto dos lucros obtidos com o crime. No total são quatro imóveis, entre casas e terrenos agrícolas, contas bancárias e ações.

  • A homenagem a Mário Soares no congresso do PS
    2:30
  • Conselhos sobre as novas regras de proteção de dados 
    2:08
  • Temer autoriza uso da força para desbloquear estradas no Brasil
    1:49
  • Restaurantes para grávidas, rooftops e uma viagem pelo Douro vinhateiro
    12:58