sicnot

Perfil

País

Portugueses fizeram mapa de mil milhões de estrelas da Via Láctea

ESA/Gaia/DPAC

O sistema que permite visualizar e explorar os mais de mil milhões de estrelas da Via Láctea e o mapa daquela galáxia, apresentado hoje pela Agência Espacial Europeia (ESA), foram feitos por uma equipa de investigadores portugueses.

"Obter com muita exatidão as posições das estrelas da nossa galáxia" é o principal objetivo da missão Gaia da ESA, recordou hoje André Moitinho de Almeida, professor do Departamento de Física de Ciências Universidade de Lisboa e investigador no CENTRA, que coordena a equipa portuguesa composta por mais de 20 investigadores e engenheiros que têm trabalhado na missão Gaia.

Hoje, cientistas do centro da ESA em Madrid divulgaram um mapa surpreendente da Via Láctea, com estrelas meio milhão de vezes mais afastadas do que aquelas que podem ser vistas a olha nu.

"Esse mapa fomos nós que fizemos", contou à Lusa o coordenador da equipa portuguesa, explicando que a sua equipa desenvolveu sistemas que permitem visualizar, explorar e tornar inteligíveis de uma forma global os dados de mais de mil milhões de estrelas.

Desde que foi lançada, em 2013, a missão espacial Gaia mapeou mais de 1,15 milhões de estrelas na Via Láctea, que é o maior e o mais preciso mapa do céu alguma vez produzido.

A equipa portuguesa debruçou-se sobre a forma de conseguir transformar toda esta informação em algo inteligível: "Como é que vou agarrar mil milhões de estrelas? Vou ficar ofuscado com tanta informação. Então, começámos a desenvolver sistemas que permitem agarrar nessa massa enorme de dados", recordou André Moitinho de Almeida.

As imagens foram capturas pelos telescópios gémeos do Gaia, que ininterruptamente percorrem os céus, e registadas numa câmara com resolução de mil milhões de pixéis -- a mais potente até agora colocada ao dispor do estudo do espaço.

Para fazer este mapa, o grau de resolução é de tal forma elevado que André Moitinho explica que a nitidez permitiria distinguir "a espessura de um cabelo humano à distância de mil quilómetros ou o tamanho da unha de uma pessoa que esteja na lua".

Através da missão Gaia será possível detetar milhares de planetas extrassolares ou asteroides que podem colidir com a Terra e supernovas.

A equipa de investigadores portugueses que tem estado envolvida neste projeto, em diferentes momentos, é composta por investigadores e engenheiros da Universidade de Lisboa, da Universidade Nova de Lisboa, da Universidade de Coimbra e da Universidade do Porto, com competências nas áreas de Astronomia, inteligência artificial, bases de dados, programação, ótica e geodesia, participaram nesta missão.

O projeto de estudo da Via Láctea deverá estar concluído entre 2012 e 2022 e tem um custo estimado de mil milhões de euros, "o que é curioso, porque poderíamos dizer que custa um euro por estrela", disse o investigador.

Lusa

ESA/Gaia/DPAC

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes. Os passageiros desembarcaram, como registou no Twitter um jornalista da Al-Jazzera que seguia a bordo. Segundo este depoimento, uma pessoa foi levada para o hospital com problemas cardíacos.

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.