sicnot

Perfil

País

Praxe+ apresentada hoje

A integração de novos alunos universitários, muitas vezes através das praxes académicas, pode a partir de agora ser feita com ciência e cultura, segundo o programa Praxe+, que é hoje apresentado.

O programa, organizado pela Ciência Viva, a Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, pretende juntar associações de estudantes e associações que promovam a cultura científica em propostas que ajudem no acolhimento de novos estudantes universitários.

A partir de agora as associações de estudantes podem apresentar candidaturas a financiamento pela Ciência Viva, que até outubro vai estar a divulgar a Praxe+ em várias universidades do país.

O programa "destina-se a apoiar formas de integração que respeitem a autonomia pessoal e o sentido crítico dos estudantes e que promovam a inovação que deve nortear as atividades da educação, da cultura e da ciência", diz a Ciência Viva em comunicado.

Rosalia Vargas, presidente da Ciência Viva, explicou à Agência Lusa que o programa vem no seguimento do trabalho da Agência junto dos estudantes, do pré-escolar ao secundário, sendo a primeira vez que há "um convite tão direto aos estudantes do ensino superior".

"É um concurso, uma candidatura, um convite a apresentação de propostas de jovens do ensino superior", para projetos variados, que segundo Rosalia Vargas vão da divulgação do conhecimento científico a "atividades performativas e entretenimento cultural", ou que resultem em produtos específicos ou aproximem instituições e comunidades.

Rosalia Vargas nega que o Praxe+ seja um substituto das praxes académicas, sendo antes uma forma de ajudar na entrada dos novos estudantes, "criativa, inovadora e com ciência e cultura", e que ao mesmo tempo estimule parecerias com a comunidade científica.

Ao programa pode concorrer qualquer associação de estudantes e os projetos serão desenvolvidos ao longo do ano, sendo depois formalmente apresentados no início do próximo ano letivo, explicou a responsável.

O Praxe+ é apresentado na tarde de hoje na Faculdade de Ciências e Tecnologia daUniversidade Nova de Lisboa, no âmbito de uma visita do primeiro-ministro e do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior aos laboratórios e salas de aula onde decorrem ações de acolhimento aos novos estudantes.

  • Mulher detida ao tentar atropelar polícias junto ao Capitólio, em Washington

    Mundo

    Agentes da polícia abriram fogo contra uma mulher (e não um homem, ao contrário do que inicialmente se disse) que conduzia um carro perto do Capitólio e tentava atropelá-los, segundo o Departamento da Polícia Metropolitana de Washington. A mulher foi detida mas a polícia garante que não se tratou de um ato terrorista.

  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.