sicnot

Perfil

País

Detido presumível autor de 16 fogos em Proença-a-Nova

Fernanda Martins

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta sexta-feira a detenção de um homem de 46 anos, suspeito de ter ateado 16 focos de incêndio florestal entre os meses de julho e de setembro, no concelho de Proença-a-Nova.

Em comunicado, a diretoria do Centro da PJ explica que o homem é auxiliar de armazém e foi detido "por ter ateado dezasseis focos de incêndio florestal no concelho de Proença-a-Nova, nos meses de julho, agosto e setembro do corrente ano".

"O suspeito, que também é bombeiro voluntário, no referido período de tempo, iniciou dezasseis focos de incêndio, tendo ardido uma área total de cerca de um milhão de metros quadrados, composta por povoamento de pinheiros, eucaliptos, sobreiros e oliveiras", lê-se no documento.

O detido vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório e aplicação das respetivas medidas de coação.

Segundo a PJ, este ano já foram identificadas e detidas 72 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

Lusa

  • "Tarde dantesca" em Proença-a-Nova
    0:33

    País

    O presidente da Câmara de Proença-a-Nova descreveu o que viveu esta tarde com aldeias evacuadas, como um cenário dantesco. O fogo ainda ameaça populações do concelho apesar dos bombeiros terem conseguido salvaguardar as casas.

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC