sicnot

Perfil

País

GNR deteve 6.350 pessoas durante operação "verão seguro 2016"

A GNR deteve 6.350 pessoas durante a operação "verão seguro 2016", tendo a criminalidade diminuído 8% durante os meses de verão em relação ao mesmo período de 2015, indicou esta sexta-feira a corporação.

Num comunicado de balanço da operação "verão seguro 2016", que se realizou entre 01 de junho e 15 de setembro, a Guarda Nacional Republicana refere que as ações de patrulhamento realizadas pelos 1.122 militares contribuíram para a redução de 8% da criminalidade em relação ao mesmo período de 2015.

Segundo a GNR, foram detidas 6.350 pessoas em flagrante delito, sendo a maioria por condução sob efeito do álcool (3.320) e sem habilitação legal (1.241), seguido de tráfico de droga (579), furto (275) e posse de arma proibida (198).

A GNR registou ainda, durante os meses de verão, quatro detenções por homicídio.

No âmbito da operação "verão seguro 2016", a força de segurança apreendeu 770 armas, 504 das quais de fogo, 15.692 munições de diversos calibres e 2,4 toneladas de drogas, o equivalente a 8,4 milhões de doses, sendo a maioria haxixe e liamba.

Em relação à fiscalização rodoviária, a GNR registou, entre 1 de junho e 15 de setembro, uma diminuição de cerca de 11% do número de crimes rodoviários.

Também no âmbito das contraordenações, os militares da corporação registaram um decréscimo das infrações, sobretudo de excesso de velocidade e não utilização dos sistemas de retenção.

De acordo com a GNR, 43.520 condutores foram multados por excesso de velocidade, 7.887 por falta de cinto de segurança, 9.381 por excesso de álcool, 6.639 por uso do telemóvel ao volante e 6.376 por falta de inspeção.

Durante o verão, a GNR vigiou ainda 1.713 habitações no âmbito do programa "chave direta", que permitiu garantir a segurança das casas durante as férias, através da realização de ações de patrulhamento junto das habitações.

O reforço de patrulhamento realizou-se sobretudo nos locais de maior fluxo de pessoas e nos principais eixos rodoviários durante o verão.

Lusa

  • "Serei o Presidente de todos os angolanos"
    2:06
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Supervisão bancária origina novo diferendo entre Carlos Costa e Governo
    0:57

    Economia

    Reacendeu-se a guerra entre o Governo e o governador do Banco de Portugal. Em conferência na sede do banco, esta segunda-feira, Carlos Costa deixou uma crítica indireta ao novo modelo de supervisão bancária. O ministro das Finanças, Mário Centeno, não gostou e exigiu a Carlos Costa que se retratasse, mas o governador recusou-se.

  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.