sicnot

Perfil

País

Segurança Social alerta para burlas e diz que não faz cobranças porta-a-porta

O Instituto da Segurança Social alertou esta sexta-feira para burlas envolvendo o nome da instituição e avisou que não atribui prémios ou gratificações nem cobra dívidas porta-a-porta, pelo que em situações idênticas a polícia deve ser avisada.

Em comunicado, o Instituto pede à população para que sempre que seja abordada por pessoas em nome da Segurança Social, a pedir dinheiro ou cobrar dívidas, contacte de imediato as forças policiais.

O aviso surge depois de notícias de cidadãos alvo de fraudes e burlas por parte de pessoas que se fazem passar por funcionários da Segurança Social, sendo as vítimas normalmente pessoas idosas e em zonas isoladas que são contactadas nas suas casas.

Há casos, explica-se no comunicado, em que os supostos funcionários falam de prémios e induzem as pessoas a mostrar o dinheiro que têm. E há outros em que são referidos valores de pensões pagos por engano, que é preciso devolver.

O Instituto dá ainda com exemplo casos de indivíduos que dizem ser fiscais ou inspetores da Segurança Social e que vão cobrar multas, levando as vítimas a mostrar o dinheiro que têm em casa ou a fazer levantamentos no multibanco para pagar a suposta dívida.

"Em qualquer uma das situações enunciadas, o objetivo principal é no imediato a obtenção de valores, dinheiro ou outros, ou ficarem a saber se as pessoas dispõem de dinheiro nas suas casas", alerta o Instituto.

Lusa

  • Isto não é não jornalismo. Por Ricardo Costa

    Opinião

    Uma das decisões mais banais e corriqueiras do jornalismo assenta nas escolhas que se fazem no dia a dia. Que temas se abordam, que destaque se dá a este ou aquele assunto, que ângulos de abordagem se usam. São opções condicionadas por uma série de fatores - que vão do interesse e da novidade até questões tão básicas como o haver ou não jornalistas com tempo, meios e conhecimentos para o fazerem -, que estão e estarão na base de qualquer dia de trabalho numa redação.

    Ricardo Costa

  • Marcelo não vai enviar recados ao Governo no discurso do 25 de Abril
    0:22

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa garante que não vai aproveitar o discurso do 25 de Abril para enviar recados ao Governo ou aos atores políticos. Em declarações à SIC, à margem da iniciativa "Escritores no Palácio de Belém", o Presidente da República explicou o que não vai dizer na intervenção de amanhã, na Assembleia da República.

  • Bruxelas multa Altice em 125 M€ devido à compra da PT

    Economia

    Os Serviços da Concorrência da Comissão Europeia decidiram multar a Altice em 125 milhões de euros no âmbito da compra da PT Portugal. Bruxelas avançou com a multa à Altice por ter começado a gerir a PT antes do negócio ter sido aprovado pela Comissão Europeia.

  • "Não há nenhuma meta com Bruxelas", garante Centeno no Parlamento
    0:57

    Economia

    O ministro das Finanças afirma que o Programa de Estabilidade é debatido em Lisboa e não em Bruxelas.Esta manhã, no Parlamento, Mário Centeno assegurou ainda que as metas são as mesmas com que se comprometeu no programa do Governo e garante que não há nenhuma meta acordada com Bruxelas.