sicnot

Perfil

País

PSP deteve mais de 19 mil pessoas durante o verão

A PSP deteve mais de 19 mil pessoas, entre junho e setembro, durante a operação "verão seguro", sendo os crimes mais detetados a condução com excesso de álcool e a falta de habilitação legal.

Num comunicado de balanço dos resultados da operação "verão seguro", que se realizou entre 15 de junho e 15 de setembro, em todo o país, a PSP adianta que deteve 11.800 condutores por excesso de álcool, 1.500 por não possuírem habilitação legal para conduzir e 1.300 por tráfico de droga.

A Polícia de Segurança Pública refere também que 611 pessoas foram detidas por furto, 315 por posse de arma ilegal e 213 por roubo.

A PSP apreendeu igualmente mais de 1,1 milhões de doses de droga, 380 armas brancas, 306 armas de fogo e perto de 160 mil quilogramas de explosivos.

Durante os meses de verão, a PSP vigiou ainda mais de 12.700 casas, garantindo a segurança das residências durante as férias dos proprietários, e entregou cerca de 126 mil pulseiras a criança do nio âmbito do "Programa Estou Aqui!".

Lusa

  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.