sicnot

Perfil

País

Despiste de camião condiciona trânsito na ponte 25 de Abril

A circulação de trânsito na Ponte 25 de Abril está a processar-se esta terça-feira ao final na tarde apenas numa via em cada um dos sentidos devido a um acidente com várias viaturas, disse à fonte da PSP.

De acordo com a mesma fonte, da Divisão de Trânsito da PSP, o corte parcial na circulação deveu-se a um acidente que envolveu dois veículos pesados e três ligeiros e que ocorreu cerca das 18:00.

A fonte adiantou que, entretanto, a circulação de trânsito na ponte terá que ser "cortada totalmente", durante algum tempo, para remoção dos veículos, sem, contudo, referir a que horas.

Pelas 19:15, a circulação na Ponte 25 de abril fazia-se de forma bastante lenta, provocando longas filas nos acessos por Lisboa e pela Margem Sul.

A fonte da divisão de trânsito da PSP recordou que a ponte Vasco da Gama, que liga Lisboa ao Montijo, e que pode funcionar como alternativa, vai estar encerrada ao trânsito entre as 00:00 e as 06:30 de quarta-feira.

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.