sicnot

Perfil

País

Ex-inspetor da PJ condenado a 5 anos de prisão por corrupção

O ex-inspetor da Polícia Judiciária João Sousa foi condenado esta terça-feira a 5 anos e 6 meses de prisão. Em causa estão os crimes de corrupção passiva, recebimento ilícito de vantagem e violação de segredo de funcionário.

O Tribunal deu como provado o envolvimento numa rede que se dedicava à venda de ouro e que escapava ao Fisco. O ex-inspetor acedia às informações da Polícia Judiciária e informava a rede das atividades da polícia. Em contrapartida, recebia dinheiro.

João Sousa estava detido preventivamente desde 2014. O julgamento decorreu no Tribunal do Seixal.

  • Ex-inspetor da PJ acusado de ajudar rede de tráfico de ouro nega todas as acusações
    1:55

    País

    O ex-inspetor da Polícia Judiciária acusado de ajudar uma rede de tráfico de ouro negou todas as acusações. João de Sousa, também conhecido pelos comentários que fez na prisão de Évora sobre José Sócrates, disse ainda que outros arguidos foram coagidos para o incriminar. Ministério Público diz que João era peça chave na associação criminosa e a toupeira dentro da Judiciária. O esquema de venda de ouro no estrangeiro terá lesado o fisco em 6,5 milhões de euros.

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC