sicnot

Perfil

País

Lisboa promove envelhecimento ativo com festival dirigido a todas as idades

© Reuters

A Câmara de Lisboa vai promover, entre 30 de setembro e 3 de outubro, o festival LisBoa Idade, dirigido a todas as faixas etárias para promover o envelhecimento ativo e a qualidade de vida na cidade.

"O festival LisBoa Idade é uma iniciativa da Câmara Municipal, com um conjunto muito alargado de parceiros, que nos traz para a reflexão a importância do envelhecimento ativo e a qualidade de vida nas cidades", assinalou o vereador dos Direitos Sociais da autarquia, João Afonso.

De acordo com o autarca, que falava na apresentação do evento, no Jardim da Estrela (também palco do festival), o tema ganha importância por se prever que, "até 2050, Lisboa terá mais de 50% da sua população com mais de 65 anos".

"Neste momento, diria que estamos nos 24%: cerca de 130 mil pessoas têm mais de 65 anos na nossa cidade. Se baixarmos para os 55 anos o limiar do envelhecimento, já superámos os 35%", apontou João Afonso, falando numa "mudança radical naquilo que é a estrutura demográfica da cidade".

Por isso, o município pretende contribuir para uma "mudança de pensamento" relativamente aos mais velhos, adiantou o responsável, recusando a ideia de uma "sociedade em que há um processo de divisão e de segmentação permanente".

O festival inicia-se às 20:00 de dia 30 de setembro com atuações de artistas como António Chainho e convidadas Marta Dias e Ana Bacalhau, Simone de Oliveira e Marisa Liz e Carlos Mendes.

No dia 1 de outubro, sábado, sobe a palco a banda Real Combo Lisbonense, pelas 20:45. No dia seguinte, é a vez de o fadista Ricardo Ribeiro atuar às 19:00.

Em todos os dias do festival haverá atividades como aulas de culinária ao vivo com o chef de cozinha Hélio Loureiro, mercado de alimentação saudável, atividades desportivas, ciclos de palestras e workshops sobre segurança em casa, ervas aromáticas, voluntariado sénior e artes performativas.

O evento é organizado pela Câmara de Lisboa, em parceria com a empresa municipal responsável pela Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC) e a Universidade de Lisboa.

Vai contar, também, com o apoio das 24 juntas de freguesia da cidade e da rede europeia EIT Health, que se dedica a promover a sustentabilidade do sistema de cuidados de saúde.

Paralelamente, realiza-se em Lisboa, o Congresso Internacional da Sociedade de Medicina Geriátrica da União Europeia (5 a 7 de outubro, no centro de congressos) e o Congresso Português de Demografia (6 e 7 de outubro, na Fundação Calouste Gulbenkian).

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22