sicnot

Perfil

País

Escola em Reguengos de Monsaraz com sala para relaxar e estimular alunos

O Agrupamento de Escolas de Reguengos de Monsaraz, no distrito de Évora, vai dispor de uma sala "Snoezelen", com equipamentos destinados ao relaxamento e à estimulação multissensorial dos alunos com perturbações neurológicas, intelectuais e emocionais.

"Nesta sala, as experiências sensoriais visam estimular os cinco sentidos básicos e também o equilíbrio e a relação com o outro", explicou hoje à agência Lusa Marcelina Oliveira, professora que pertence à direção do agrupamento escolar e supervisora da educação especial.

Segundo a docente, em Portugal, "em contexto escolar, não existem muitas destas salas", inspiradas num conceito criado na Holanda e cuja designação, "Snoezelen", tem a ver, precisamente, "com sentido e relaxamento".

"A filosofia da sala é direcionada, de uma maneira geral, para indivíduos com perturbações intelectuais, neurológicas e emocionais e pode ser utilizada por diferentes níveis etários", referiu.

Há uns anos, uma outra professora já tinha tentado implementar o projeto, mas, na altura, não avançou por falta de financiamento, segundo Marcelina Oliveira.

A iniciativa foi reestruturada e, agora, foi concretizada com o apoio da Fundação Oriente, da CARMIM - Cooperativa Agrícola de Reguengos de Monsaraz, da câmara e junta de Freguesia, da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens do concelho e de empresas locais.

"A sala deve começar a funcionar dentro de um mês, porque ainda estamos à espera que cheguem alguns equipamentos", afirmou a docente, indicando que, até ao momento, foram investidos no projeto "à volta de nove mil euros".

Esta valência, que vai contar com técnicos especializados, tem como objetivo proporcionar conforto através de estímulos multissensoriais, que "cruzam" música, notas, sons, luz, almofadas ou estimulação tátil, entre outros.

"O ambiente é escurecido e, depois, há todo um jogo de luzes, cores, sons e música relaxante. Todo este envolvimento convida a que a pessoa fique relaxada e num ambiente mais íntimo", precisou Marcelina Oliveira.

Uma envolvência "muito necessária" aos alunos que dela vão beneficiar: "São crianças com tempos de concentração e de atenção muito reduzidos, com grandes picos de hiperatividade", podendo esta terapêutica "trazer respostas positivas e muitas mais-valias", frisou.

Instalada na Escola EB N.º1 de Reguengos de Monsaraz, que ministra 2.º e 3.º ciclos, a sala, para já, vai dar resposta a alunos com deficiência intelectual, neurológica e emocional deste estabelecimento, mas também da Escola EB Nº2 da cidade, dedicada ao 1.º ciclo.

"Temos salas de multideficiência nessas duas escolas, com um total de 14 alunos. Em princípio, vamos avançar com estes 14 na sala 'Snoezelen' e ainda com outros alunos prioritários que não estejam nas salas multideficiência", indicou a professora.

O objetivo seguinte, acrescentou, será "abrir" a sala à comunidade, numa lógica de apoio social, para que seja frequentada por "adultos com deficiência e que necessitem desta terapêutica" e por "idosos em lares que precisem de estimulação de relaxamento".

Lusa

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • ERSE concluiu que estavam a ser pagos 165 milhões euros a mais à EDP
    0:53

    País

    José Gomes Ferreira afirmou esta sexta-feira que a ERSE -Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos concluiu que estavam a ser pagos 165 milhões de euros a mais do que o necessário à EDP. Contratos que foram postos em prática em 2007 por Manuel Pinho, na altura ministro da Economia.

  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • Porque erram os árbitros?
    2:03

    Desporto

    Num momento em que a polémica em redor da arbitragem está acesa e que nem o videoárbitro parece ter contribuído para a pacificar o futebol, em Leiria juntaram-se treinadores e homens do apito para se entender porque erram os árbitros.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Niassa foi o 4.º lince-ibérico libertado a ser atropelado em Portugal
    1:33

    País

    Uma fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta com sinais de atropelamento na A22, próximo de Olhão. A fêmea, criada em cativeiro, tinha sido libertada no Vale do Guadiana em fevereiro de 2017. É o quarto lince-ibérico, que tinha sido libertado na natureza, que morre atropelado em Portugal.

  • "Há uma aceitação do lince no território"
    3:33

    País

    Apesar de já se terem registado em Portugal quatro atropelamentos de linces libertados na natureza, em entrevista à SIC, Pedro Rocha, do Departamento do Alentejo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), disse que o programa de reintrodução "tem corrido bastante bem", não só devido às condições do habitat e disponibilidade de alimento, mas também porque "há uma aceitação do lince no território". Desde 2015, foram libertados no Vale do Guadiana 33 linces e 16 já nasceram em estado selvagem.

  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • O "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59