sicnot

Perfil

País

Marcelo aproveita discurso na ONU para dar impulso à candidatura de Guterres

Marcelo aproveita discurso na ONU para dar impulso à candidatura de Guterres

Marcelo Rebelo de Sousa discursou na Assembleia-geral das Nações Unidas. Entre paz e refugiados, o Presidente da República aproveitou o discurso para dar um impulso à candidatura de António Guterres a secretário-geral da ONU. Marcelo defendeu que o novo secretário-geral deve ser "um congregador de espíritos e de vontades", na linha de Gandhi e Mandela.

  • "Marcelo nunca viria aqui para fazer campanha eleitoral"
    4:51

    País

    Bernardo Ferrão está em Nova Iorque a acompanhar a Assembleia-geral das Nações Unidas, onde Marcelo Rebelo de Sousa discursou e deixou uma mensagem de apoio a António Guterres. Segundo Bernardo Ferrão, Marcelo puxou os exemplos de Mandela e Gandhi para exemplificar as qualidades que o futuro secretário-geral da ONU deve ter.

  • Repórter francês entrevista Marcelo sem saber com quem estava a falar
    0:38

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa foi surpreendido em Nova Iorque por um repórter duma televisão francesa, de um programa de humor, que queria ouvir opiniões sobre as eleições nos Estados Unidos. Ainda em entrevista, o jornalista francês que não sabia quem era Marcelo, perguntou-lhe a que delegação pertencia e que cargo detinha. Sem nunca perder o sorriso, o Presidente da República esclareceu o repórter.

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Itália tenta colocar migrações na agenda do G7 contra vontade dos EUA
    1:45
  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.