sicnot

Perfil

País

GNR deteve 468 pessoas durante o fim de semana

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve na última semana 468 pessoas em flagrante delito, a maioria das quais por condução sob o efeito do álcool, e apreendeu 1.280 doses de haxixe em operações de fiscalização.

Em comunicado, a GNR adiantou que, na última semana, deteve 468 pessoas em flagrante delito, 159 das quais por condução sob o efeito do álcool, 63 por condução sem habilitação legal, 41 por tráfico de estupefacientes, nove por furto e sete por posse ilegal de arma.

A GNR informou também que foram apreendidas 1.280 doses de haxixe, 500 doses de anfetaminas, 444 doses de óleo de canábis, 376 doses de folhas de canábis, 97 doses de cocaína, 43 doses de heroína e 25 plantas de canábis.

Entre os dias 16 e 22 de setembro, a GNR apreendeu ainda 22 armas de fogo, 16 armas brancas, 12 veículos e 440 euros em numerário, 2,7 toneladas de pescado, 387 artigos contrafeitos e 593 munições de vários calibres.

No que diz respeito ao trânsito, a GNR detetou 11.279 infrações, das quais 2.419 deveram-se a excessos de velocidade, 714 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças, 478 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução e 465 por falta de inspeção periódica obrigatória.

Das infrações detetadas, 324 foram por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei e 320 estavam relacionadas com tacógrafos.

As operações realizaram-se em todo o território nacional com o objetivo de prevenir e combater a criminalidade violenta e de fiscalização rodoviária, acrescenta a GNR no comunicado.

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.