sicnot

Perfil

País

GNR deteve 468 pessoas durante o fim de semana

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve na última semana 468 pessoas em flagrante delito, a maioria das quais por condução sob o efeito do álcool, e apreendeu 1.280 doses de haxixe em operações de fiscalização.

Em comunicado, a GNR adiantou que, na última semana, deteve 468 pessoas em flagrante delito, 159 das quais por condução sob o efeito do álcool, 63 por condução sem habilitação legal, 41 por tráfico de estupefacientes, nove por furto e sete por posse ilegal de arma.

A GNR informou também que foram apreendidas 1.280 doses de haxixe, 500 doses de anfetaminas, 444 doses de óleo de canábis, 376 doses de folhas de canábis, 97 doses de cocaína, 43 doses de heroína e 25 plantas de canábis.

Entre os dias 16 e 22 de setembro, a GNR apreendeu ainda 22 armas de fogo, 16 armas brancas, 12 veículos e 440 euros em numerário, 2,7 toneladas de pescado, 387 artigos contrafeitos e 593 munições de vários calibres.

No que diz respeito ao trânsito, a GNR detetou 11.279 infrações, das quais 2.419 deveram-se a excessos de velocidade, 714 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças, 478 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução e 465 por falta de inspeção periódica obrigatória.

Das infrações detetadas, 324 foram por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei e 320 estavam relacionadas com tacógrafos.

As operações realizaram-se em todo o território nacional com o objetivo de prevenir e combater a criminalidade violenta e de fiscalização rodoviária, acrescenta a GNR no comunicado.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.