sicnot

Perfil

País

GNR deteve 468 pessoas durante o fim de semana

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve na última semana 468 pessoas em flagrante delito, a maioria das quais por condução sob o efeito do álcool, e apreendeu 1.280 doses de haxixe em operações de fiscalização.

Em comunicado, a GNR adiantou que, na última semana, deteve 468 pessoas em flagrante delito, 159 das quais por condução sob o efeito do álcool, 63 por condução sem habilitação legal, 41 por tráfico de estupefacientes, nove por furto e sete por posse ilegal de arma.

A GNR informou também que foram apreendidas 1.280 doses de haxixe, 500 doses de anfetaminas, 444 doses de óleo de canábis, 376 doses de folhas de canábis, 97 doses de cocaína, 43 doses de heroína e 25 plantas de canábis.

Entre os dias 16 e 22 de setembro, a GNR apreendeu ainda 22 armas de fogo, 16 armas brancas, 12 veículos e 440 euros em numerário, 2,7 toneladas de pescado, 387 artigos contrafeitos e 593 munições de vários calibres.

No que diz respeito ao trânsito, a GNR detetou 11.279 infrações, das quais 2.419 deveram-se a excessos de velocidade, 714 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças, 478 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução e 465 por falta de inspeção periódica obrigatória.

Das infrações detetadas, 324 foram por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei e 320 estavam relacionadas com tacógrafos.

As operações realizaram-se em todo o território nacional com o objetivo de prevenir e combater a criminalidade violenta e de fiscalização rodoviária, acrescenta a GNR no comunicado.

Lusa

  • Proteção Civil desmobiliza meios em Setúbal

    País

    A Proteção Civil vai começar a desmobilizar, hoje à tarde, meios de combate ao incêndio que deflagrou na terça-feira em Setúbal e que já está em fase de rescaldo, disse à agência Lusa o vereador da Proteção Civil Municipal.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • Portugal condenado por decisão "discriminatória e preconceituosa"
    1:19

    País

    Portugal voltou a ser condenado pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, desta vez por causa de uma decisão discriminatória e preconceituosa. Trata-se do caso da mulher a quem o Supremo Tribunal Administrativo baixou o valor de uma indemnização por negligência médica. Entre os vários argumentos usados, os juízes portugueses consideraram que a sexualidade é menos importante quando se tem 50 anos e dois filhos.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26

    País

    O candidato do PSD à Câmara Municipal de Loures, André Ventura, foi entrevistado esta terça-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. Em análise, a polémica em torno das declarações do candidato sobre a comunidade cigana.

    Entrevista SIC Notícias

  • Rajoy nega conhecimento de financiamentos ilegais no PP

    Mundo

    O primeiro-ministro espanhol negou hoje ter conhecimento de um esquema ilegal de financiamento, que envolve vários responsáveis do Partido Popular (PP, direita), que lidera. Durante uma audição no tribunal, Mariano Rajoy garantiu ainda que não aceitou nenhum pagamento ilícito.