sicnot

Perfil

País

PSD, PS e CDS travam congelamento das propinas requerido por Bloco e PCP

PSD, PS e CDS-PP reprovaram hoje projetos do Bloco de Esquerda e do PCP que pretendiam congelar e proibir qualquer aumento do valor das propinas no Ensino Superior público, diploma também apoiado por PCP e "Os Verdes".

No caso do diploma do PCP, o objetivo era "proibir" o aumento das propinas no Ensino Superior público, enquanto a formulação escolhida pelo Bloco de Esquerda apontou no sentido de "congelar o valor das propinas para o primeiro, segundo e terceiro ciclos do Ensino Superior.

Já por unanimidade foi aprovado um requerimento do Bloco de Esquerda para baixa direta a comissão parlamentar do seu projeto que pretende criar um mecanismo extraordinário de regularização de dívidas por não pagamento de propinas nas instituições de Ensino Superior públicas.

Também um requerimento do PS permitiu que baixasse diretamente a sede de comissão, sem votação na generalidade, um diploma apresentado pela bancada socialista que tem como objetivo definir um regime de pagamento faseado das propinas devidas pelos estudantes do Ensino Superior.

Este diploma do PS visa ainda criar um regime especial de pagamento por beneficiários de bolsas de ação social.

Nesta serie de votações, por unanimidade, baixou ainda diretamente a comissão parlamentar um projeto do PCP que determina como única consequência pelo incumprimento do pagamento da propina o não reconhecimento do ato académico.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.