sicnot

Perfil

País

PSP detém 124 pessoas na operação Segurança Ativa

A Polícia de Segurança Pública (PSP) anunciou este sábado que, no âmbito da operação Segurança Ativa, deteve 124 pessoas, das quais 74 por condução com excesso de álcool e 13 por falta de habilitação para conduzir.

Em comunicado, a PSD adianta que a operação, de âmbito nacional, realizou-se entre as 07:00 de sexta-feira e as 07:00 deste sábado, e "foi orientada para o reforço policial em zonas de maior fluxo de pessoas, nomeadamente nos interfaces de transportes públicos e nos parques de estacionamento adjacentes, de forma a garantir a segurança dos seus cidadãos nas suas deslocações diárias e, em simultâneo, dissuadir a prática de furtos, roubos, atos de vandalismo ou outros delitos".

No total fora detidas 124 pessoas, dos quais 74 por conduzirem sob o efeito de álcool, 13 por falta de habilitação legal para conduzir, 10 por mandado de detenção, nove por desobediência, seis por tráfico de estupefacientes, quatro por posse de arma ilegal, três por situação irregular em território nacional e duas por furto.

Uma outra pessoa foi detida por agressão a agente e duas por outras situações, refere a PSP.

No âmbito desta operação, foram feitas 19 apreensões de objetos relacionados, incluindo armas brancas.

"Foram ainda elaborados 1.042 autos de contraordenação por infrações no âmbito do Código de Estrada e legislação complementar e 51 autos de contraordenação por outras infrações, acrescenta a PSP.

"Numa ação coordenada, que mobilizou centenas de efetivos policiais, de todos os comandos do país foram ainda verificadas e controladas situações de venda e consumo de bebidas alcoólicas a menores de idade, tendo sido elaborados cinco autos de notícia de contraordenação", conclui a Polícia de Segurança Pública.

Lusa

  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.