sicnot

Perfil

País

Proteção Civil da Amadora vai realojar três pessoas afetadas por incêndio

A Proteção Civil da Amadora "está a efetuar os procedimentos" para realojar três pessoas que viviam no prédio afetado este domingo por um incêndio que provocou a morte a uma idosa e mais sete feridos ligeiros.

Segundo o comandante da Proteção Civil da Amadora, Luís Carvalho, as três pessoas residiam no primeiro andar esquerdo do prédio onde começou o fogo, na Estrada da Falagueira (Amadora) e pertenciam ao mesmo agregado familiar da mulher de 80 anos que estava acamada e faleceu.

O comandante dos Bombeiros Voluntários da Amadora, Mário Conde, disse à Lusa, que as restantes pessoas afetadas - dois feridos leves que foram transportados para o hospital e mais cinco que foram assistidos no local -- regressaram às suas casas.

"Foi só o 1.º esquerdo que foi afetado e que não tem condições de habitabilidade", acrescentou.

No local estiveram oito viaturas e 19 homens dos Bombeiros Voluntários da Amadora, bem como meios do INEM e da PSP.

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.