sicnot

Perfil

País

Mais nove militares desistem do curso de comandos

O Exército anunciou esta segunda-feira que mais 9 militares desistiram do curso de comandos, que ficou marcado pela morte de dois instruendos e que esteve suspenso durante uma semana. Dos 67 formandos que iniciaram o 127º Curso de Comandos, apenas prosseguem 30.

As desistências dizem respeito a um oficial e oito soldados.

O ministro da Defesa, Azeredo Lopes, tinha dito na sexta-feira (23 de setembro) em Lamego, durante a visita ao Centro de Tropas de Operações Especiais, que até ao final do ano quer concluído o inquérito à morte dos dois militares.

O caso já desencadeou investigações, instauradas quer pelo chefe do Estado-Maior do Exército, quer pela Procuradoria-Geral da República.

O Curso de Comandos foi retomado após a reavaliação médica dos militares não ter revelado contra indicações clínicas que impeçam a sua continuidade.

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51