sicnot

Perfil

País

Carrilho condenado por ameaça agravada a amiga de Bárbara Guimarães

Manuel Maria Carrilho foi esta manhã condenado por ameaçar uma amiga da sua ex-mulher, Bárbara Guimarães. Terá que pagar 1.800 euros de multa e 2.500 euros de indemnização, pelas ofensas que ocorreram em 2014.

O episódio aconteceu num centro comercial de Lisboa. O tribunal deu como provado que Manuel Maria Carrilho abordou aos gritos uma amiga da ex-mulher. Exaltado e com uma "expressão tresloucada", como contou uma das testemunhas, disse-lhe que era uma mulher morta, que a ia matar e destruir todos os negócios da família.

O juiz da Comarca de Lisboa não deu razão a nenhum dos argumentos da defesa e condenou o ex-ministro ao pagamento de 150 dias de multa, que se traduzem em 1.800 euros. Se não pagar, terá de cumprir 100 dias de prisão. Carrilho terá de pagar ainda uma indemnização à vítima por danos morais, no valor de 2.500 euros, mais juros de mora.

Valores que se somam a uma outra indemnização que o ex-ministro da Cultura aceitou pagar antes mesmo do início do julgamento, num acordo que levou à desistência das queixas por agressão a injúrias à mesma amiga de Bárbara Guimarães na mesma situação.

Manuel Maria Carrilho assumiu então a culpa, pediu desculpa por escrito e pagou a indemnização. O caso seguiu assim só com o crime de ameaça agravada, que não permite desistência, terminado agora em condenação. A defesa não quis dizer se vai recorrer.

O ex-ministro é arguido noutros dois processos que correm em Lisboa por crimes de difamação, ameaça, agressão, injúrias e violência doméstica contra Bárbara Guimarães.

Última atualização às 11:49

  • Défice cai 1.900 milhões até agosto

    Economia

    O défice das administrações públicas foi de 2.034 milhões de euros até agosto, uma "melhoria de 1.901 milhões" face ao mesmo período de 2016, segundo o Governo, que justifica com aumento superior a 4% da receita.

  • Coreia do Norte acusa Trump de declarar guerra

    Mundo

    A Coreia do Norte acusou hoje o Presidente norte-americano de ter "declarado a guerra". O chefe da diplomacia norte-coreana ameaçou abater todo e qualquer bombardeiro dos EUA que se aproxime do território.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.

  • Atores recriam cena em que um homem é vítima de violência doméstica
    1:35
  • Ministério Público admite eventual detenção do presidente do governo da Catalunha
    2:24
  • "Bispo vermelho"

    "Recebia trabalhadores e sindicalistas, batia à porta de políticos e empresários, andava pelas ruas da cidade ao encontro dos que das ruas da cidade faziam casa". Joaquim Franco evoca Manuel Martins, o "bispo vermelho".

    Joaquim Franco

  • Apreendidos quase 7.000 comprimidos ilegais vendidos pela internet
    1:43

    País

    O Infarmed e a Autoridade Tributária apreenderam perto de 7.000 unidades de comprimidos ilegais.A apreensão aconteceu no âmbito de uma operação internacional da Interpol de combate aos medicamentos ilegais vendidos pela internet, explicou à SIC Luís Sande e Castro, diretor da Unidade de Inpeção do Infarmed.

  • Criar galinhas na cozinha, guerras no fogão, e drones dentro de casa
    7:28
  • Passageiro detido com 1 kg de ouro no reto

    Mundo

    Os funcionários da alfândega do aeroporto de Colombo, Sri Lanka, estranharam o comportamento de um passageiro que "caminhava com dificuldade". Um exame completo revelou a valiosa carga que levava escondida... no tubo intestinal.