sicnot

Perfil

País

Papa confirma visita a Fátima em 2017

Visita de MArcelo Rebelo de Sousa ao Vaticano em março de 2016

© Alessandro Bianchi / Reuters

O bispo auxiliar de Lisboa, Nuno Brás, disse hoje que o Papa Francisco lhe confirmou que se deslocará a Portugal em maio do próximo ano, "mas a Fátima", a propósito do Centenário das Aparições.

Em declarações à agência Ecclesia, Nuno Brás contou que a confirmação foi dada no último domingo, quando cumprimentou o Papa no final da Eucaristia que encerrou o Jubileu dos Catequistas, no Vaticano.

"Eu irei, mas a Fátima" foi a afirmação que, segundo o bispo auxiliar de Lisboa, o Papa Francisco fez após lhe ter dito que os portugueses "estavam à espera dele".

"Ele respondeu-me que viria, mas a Fátima", sublinhou.

Assim sendo, Nuno Brás considera que a visita a Fátima pode ser dada como certa, "a não ser que aconteça um imprevisto de agenda ou pessoal".

Segundo a agência Ecclesia, "para além da indicação de visitar Fátima, o programa da visita do Papa, o local de chegada a Portugal, o percurso até à Cova da Iria e os dias em que o pontífice argentino vai estar em território português permanecem em aberto".

Nuno Brás contou que "o Papa disse com muita alegria" que se deslocaria a Portugal, reforçando o que "tinha dito aos bispos portugueses durante a visita ad Limina".

A agência Ecclesia recorda que a 07 de setembro do ano passado, no encontro dos bispos de Portugal com o Papa durante a visita ad Limina, o Papa demonstrou o "desejo profundo" de visitar Fátima, ao afirmar: "tengo ganas de ir a Fátima (quero ir a Fátima)".

A 17 de março, durante a primeira visita oficial como Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa convidou formalmente o Papa Francisco para uma visita a Portugal.

Caso esta se venha a confirmar, Francisco será o quarto Papa a visitar Portugal, depois de Paulo VI (1967), João Paulo II (1982, 1991 e 2000) e Bento XVI (2010).

Com Lusa

  • Vários mortos em avalancha em Itália

    Mundo

    Várias pessoas morreram numa avalanche que atingiu um hotel numa estação de esqui na montanha de Gran Sasso, Itália, divulgaram os média locais citando as equipas de socorro. As autoridades italianas admitem a existência de cerca de 30 mortos.

    Em desenvolvimento

  • As alterações na carta de condução que ajudam a poupar
    6:16
  • Cadela sobrevive após engolir faca de cozinha

    Mundo

    Na Escócia, uma história de sobrevivência, no mínimo, bicuda. Uma cadela engoliu uma faca de cozinha com mais de 20 centímetros, manteve-a dentro de si durante algumas semanas mas sobreviveu, depois de ser operada de urgência..