sicnot

Perfil

País

Relação mantém levantamento do arresto de bens de empresário Álvaro Sobrinho

(SIC/Arquivo)

O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) manteve hoje a decisão de levantar o arresto de bens do empresário luso-angolano Álvaro Sobrinho, após rejeitar as nulidades invocadas pelo Ministério Público, disse à Lusa fonte da Relação.

Segundo a mesma fonte, o TRL considerou "improcedentes as nulidadeds arguidas" no recurso do Ministério Público contra a decisão deste tribunal superior, que, a 07 de julho último, voltou a levantar o arresto de bens a Álvaro Sobrinho num caso relacionado com suspeitas de branqueamento de capitais.

A decisão de hoje teve como relator o juiz desembargador Antero Lúis e como adjunto João Abrunhosa.

Em julho, o TRL deu provimento a um recurso do empresário e antigo diretor do Banco Espírito Santo (BES) Angola e da empresa Grunberg Portugal, Unipessoal, Lda., cuja atividade económica está relacionada com a compra e venda de bens imobiliários.

Nessa deecisão, a Relação revogou um arresto de bens promovido pelo Ministério Público e confirmado pelo juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal Carlos Alexandre.

Em 2014, o Correio da Manhã noticiou que cinco apartamentos de luxo em Cascais de Álvaro Sobrinho foram arrestados e convertidos em definitivo a favor do Ministério Público, adiantando que o ex-presidente executivo do BES Angola era suspeito de branquear 80 milhões de euros, numa investigação do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

Lusa

  • Os números das eleições francesas
    0:50

    Eleições França 2017

    Os resultados definitivos mostram que Emmanuel Macron obteve 24% dos votos, na primeira volta das eleições francesas. Ficou quase três pontos à frente de Marine Le Pen, que conseguiu 21,3%. Os números oficiais, publicados pelo Ministério do Interior, dão ainda conta da taxa de abstenção: 22,2%, um ligeiro aumento face à primeira volta das presidenciais de 2012.

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33
  • Grupo de brasileiros em assalto milionário no Paraguai
    1:24