sicnot

Perfil

País

Dezassete mortes na época balnear, oito em praias vigiadas

Dezassete pessoas morreram entre 1 de maio a 30 de setembro, em Portugal, em acidentes relacionados com a prática balnear, que exigiu 605 intervenções de nadadores salvadores, em praias concessionadas, segundo informação hoje divulgada pela Autoridade Marítima Nacional.

De acordo com dados disponíveis na página da Autoridade na internet, oito das mortes ocorreram em zonas vigiadas: sete em praias marítimas e uma numa praia fluvial.

Duas dessas mortes verificaram-se na praia do Amado, em Lagos, no dia 06 de setembro, e as vítimas foram dois espanhóis de 45 e 50 anos que se afogaram.

Um alemão de 85 anos morreu no dia 22 de setembro na praia de Altura, em Vila Real de Santo António, acometido por morte súbita.

As restantes quatro mortes vitimaram portugueses, um de 67 anos que se afogou na praia Beijinhos em Leça da Palmeira, em Leixões, no dia 28 de agosto, e os outros três por morte súbita: um de 65 anos em Ribeira Quente, Ponta Delgada, a 19 de julho, uma mulher de 77 anos na praia da Fonte da Telha, Lisboa, a 18 de agosto, e um homem, de 79 anos, na praia Baixinha Nascente Albufeira, em Portimão, no dia 16 de setembro.

A única morte numa praia fluvial vigiada aconteceu na Crestuma, Douro, onde um jovem de 20 anos se afogou no dia 27 de junho.

Nas zonas marítimas não vigiadas ocorreram seis mortes, todas por afogamento, sendo três das vítimas portuguesas e as restantes estrangeiras.

Na praia dos três Pauzinhos (Vila Real de Santo António) morreu um jovem de 16 anos por afogamento no dia 10 de junho, na praia da Azurara (P. Varzim) afogou-se uma rapariga de 14 anos no dia 27 de junho, e na praia Internacional (Leixões) afogou-se um homem de 44 anos no dia 5 de agosto, todos portugueses.

Os estrangeiros foram um francês de 65 anos que morreu por afogamento na praia de Benagil (Portimão) no dia 13 de julho, um outro homem, de nacionalidade suíça e com 83 anos, que se afogou a 29 de agosto na praia Grande Pera (Portimão) e mulher alemã, com 33 anos de idade, que se afogou a 01 de setembro na Praia Turismo (P. Varzim).

As restantes três vítimas foram homens que morreram em zonas fluviais não vigiadas, uma delas um rapaz de 17 anos que se afogou na zona do oceanário de Lisboa, no dia 23 de junho, outra foi um homem de 40 anos que morreu afogado no rio Douro a 22 de julho, e o terceiro homem tinha 54 anos quando se afogou no rio Arade (Portimão), a 15 de setembro.

Segundo os dados da Autoridade Marítima Nacional, de 01 de maio a 30 de setembro, o número de intervenções de nadadores salvadores, em concessões, em praias vigiadas, foi de 605.

No mesmo período, registaram-se 712 intervenções em praias não concessionadas, abrangidas por sistemas integrados implementados, e 1.032 assistências a primeiros socorros.

Registaram-se ainda 36 buscas, com sucesso, de crianças perdidas na praia.

Comparativamente com os dados da Autoridade Marítima Nacional relativos ao período entre 01 de maio e 31 de agosto de 2015 (total de quatro mortes), registaram-se este ano, em igual período, mais sete vítimas mortais (total de 11 óbitos).

Estes dados revelam que só no mês de setembro deste ano morreram seis pessoas em acidentes relacionados com a prática balnear

  • Morreu o vocalista da banda Linkin Park

    Cultura

    Um dos vocalistas da banda de metal alternativo Linkin Park, Chester Bennington, morreu, em casa, numa cidade do condado de Los Angeles, aos 41 anos. Chester Bennington ter-se-á suicidado, de acordo com a plataforma TMZ. O músico juntou-se aos Linkin Park em 1999, três anos após a formação da banda, que editou o seu álbum de estreia, "Hybrid Theory", em 2000. O disco, do qual fazem parte temas como "In the End", "Crawling" e "One Step Closer", vendeu dez milhões de cópias só nos Estados Unidos.

  • O perfil do novo herói do surf português
    3:43
  • "Temos de melhorar o sistema de prevenção e combate dos incêndios"
    18:07

    País

    O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias, desta quinta-feira. Em análise esteve o chumbo do PCP na criação de um banco nacional de terras, a reforma da floresta em Portugal, as falhas no sistema de comunicação do SIRESP, a lei da rolha nos bombeiros, a seca no país e ainda a pesca da sardinha, que poderá vir a ser proibida durante 15 anos. 

    Entrevista SIC Notícias

  • CGTP acusa PT de ilegalidades no dia da greve
    0:46

    Economia

    A CGTP pede a intervenção do Governo na PT. Esta quinta-feira, na SIC Notícias, Arménio Carlos acusou a empresa de estar a cometer mais uma ilegalidade, ao ter requisitado trabalhadores para cumprir serviços mínimos uma semana antes do permitido por lei.

  • Altice responde a António Costa
    1:33

    Economia

    A Altice respondeu ao Governo, na sequência das críticas de António Costa, lamentando que Portugal não reconheça a importância dos investimentos que o grupo faz no país. A dona da PT inaugurou esta quinta-feira um novo call center em Vieira do Minho e, na sexta-feira, está marcada uma greve geral dos trabalhadores da PT.

  • Protesto dos enfermeiros é "ilegal"
    2:37
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26

    Aqui há História

    Os baixios da barra do Tejo já foram cemitério de centenas de embarcações. Uma delas foi o Patrão Lopes, o navio de salvamento que saía para o mar quando todos fugiam das tempestades. Foram cinco dias em agonia até naufragar no Bugio, num caso que acabou na barra do tribunal. 80 anos depois, a SIC mergulhou no Patrão Lopes porque "Aqui Há História".

  • Sismo de magnitude 6.9 na Turquia

    Mundo

    Um forte sismo com magnitude 6.9 na escala de Richter fez-se sentir esta quinta-feira a sul da cidade turca de Bodrum. A informação foi avançada pela agência norte-americana de Geologia.