sicnot

Perfil

País

Oito concelhos em risco máximo de incêndio

Oito concelhos dos distritos de Santarénm, Castelo Branco, Leiria e Coimbra estão hoje em risco máximo de incêndio, segundo a informação disponível na página da internet do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o instituto, em risco 'Máximo' de incêndio estão os concelhos de Sardoal e Mação (Santarém), Vila de Rei, Sertã e Oleiros (Castelo Branco), Pedrógão Grande (Leiria) e Pampilhosa da Serra e Arganil (Coimbra).

O instituto colocou também em risco muito elevado e elevado de incêndio dezenas de concelhos de norte a sul do país, à exceção dos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto e de alguns concelhos dos distritos de Beja, Portalegre e Évora.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre reduzido e máximo.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia, relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando temporariamente períodos de maior nebulosidade nas regiões Norte e Centro até meio da manhã, e uma descida da temperatura, em especial da máxima.

Na Madeira haverá períodos de céu muito nublado, vento em geral fraco (inferior a 20 km/h) do quadrante norte e também uma pequena descida da temperatura.

Para os Açores prevê-se períodos de céu muito nublado, vento fraco e períodos de chuva durante a tarde.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão varia entre os 15.º e os 24.º Celsius, no Porto entre os 13.º e os 20.º, em Coimbra entre os 12.º e os 22.º. em Vila Reasl entre os 11.º e os 21.º e em Bragança entre os 9.º e os 21.º.

No sul, as temperaturas vão variar entre os 13.º e os 21.º em Évora e os 14.º, os 21.º em Beja e os 18.º e os 27.º em Faro.

Em Ponta delgada as temperaturas vão variar entre os 18.º e os 24.º e no Funchal entre os 20.º e os 25.º.

Lusa

  • Resgate de mais de 300 migrantes no Mediterrâneo
    2:08
  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01