sicnot

Perfil

País

População com mais de 80 anos aumentou cinco vezes desde a década de 70

O número de pessoas em Portugal com mais de 65 anos duplicou em relação aos anos 70 e é hoje superior a dois milhões, tendo a população com mais de 80 anos aumentado cinco vezes.

Os números demonstram o envelhecimento da população portuguesa e foram compilados pela Pordata, portal da Fundação Francisco Manuel dos Santos, a propósito do Dia Internacional do Idoso, que hoje se assinala.

Em termos concretos, havia em 1971, em Portugal, 836.058 pessoas com 65 e mais anos. Em 1977 ultrapassaram o milhão e em 2012 os dois milhões. Em 2015 eram 2.122.996.

Quanto às pessoas com 80 ou mais anos, eram 123.592 em 1971, passando a 605.012 em 2015. Os números são sempre cruzados pelo portal estatístico Pordata, usando várias fontes, neste caso o Instituto Nacional de Estatística.

Outro dado que demonstra o envelhecimento do país compara também os anos 70 do século passado com a atualidade: nessa altura por cada pessoa com 65 ou mais anos existiam duas crianças com menos de 10 anos. Hoje é ao contrário, por cada criança com menos de 10 anos existem duas pessoas com 65 ou mais anos.

Se em termos globais os idosos são 20% da população portuguesa no Alentejo e no Centro essa percentagem é superior (24,6 e 23,2, respetivamente), destacando-se os Açores e a Madeira como as regiões mais jovens (13,4 e 15,4, respetivamente).

E olhando ainda mais em pormenor os números indicam que há municípios tão envelhecidos que os idosos ultrapassam os 40%, como os de Idanha-a-Nova, Pampilhosa da Serra, Penamacor e Vinhais. Em Alcoutim chegam mesmo aos 45,2 por cento, em contraponto com Ribeira Grande, nos Açores, onde os idosos são apenas 08% da população.

Outro facto que os números revelam é que mais de duas em cada cinco pessoas com 65 e mais anos, ou seja 42%, residem nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto. Essas duas regiões equivalem a cerca de 05% do território nacional mas concentram 44% do total de residentes.

E se todos os números indicam que Portugal é um país envelhecido a comparação com o resto da Europa só o confirma. No índice de envelhecimento relativamente a 2014 Portugal era o quinto país mais envelhecido.

Nesse ano Portugal tinha 138,6 idosos (65 ou mais anos) por cada 100 jovens (menos de 15 anos). A Alemanha era o país mais velho, com 159,1 idosos por cada 100 jovens, seguindo-se a Itália, com 155,9, depois a Bulgária, com 143,3, e a Grécia, com 141,8.

A média da União Europeia está nos 119,8 idosos por cada 100 jovens e a Irlanda é, de longe, o país mais jovem, com apenas 58 idosos por cada 100 menores de 15 anos.

O Dia Internacional do Idoso foi instituído pela ONU em 1991 para sensibilizar o mundo para as questões relacionadas com o envelhecimento e a proteção dos mais velhos.

Lusa

  • Descobertos fósseis que podem provar existência de vida em Marte

    Mundo

    Fósseis com 3,77 mil milhões de anos, dos mais antigos já descobertos, foram identificados por cientistas de vários países na província do Quebec, no leste do Canadá. As descobertas coincidem no tempo com a altura em que Marte e a Terra tinham água líquida à superfície, o que levanta questões sobre a hipótese de vida extraterrestre.

  • As polémicas declarações de João Braga sobre os Óscares

    País

    A Associação SOS Racismo reagiu esta quarta-feira às palavras do fadista João Braga na sua página no Facebook, sobre a cerimónia de entrega dos Óscares, e disse esperar que a Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial atue de forma exemplar face.

  • "Apelamos ao debate e somos criticados? Então m...."
    0:52
  • Oprah admite candidatar-se à Presidência dos EUA

    Mundo

    A apresentadora norte-americana Oprah Winfrey admitiu, numa entrevista, que a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais de novembro a fez considerar a possibilidade de entrar na corrida à Casa Branca.

  • Temperaturas recorde no "último lugar da Terra"

    Mundo

    A Organização Meteorológica Mundial (OMM) anunciou esta quarta-feira que se registaram nos últimos 37 anos temperaturas altas recorde na Antártida, num local que foi descrito como "o último lugar da Terra".