sicnot

Perfil

País

Jardim Botânico de Lisboa encerra para obras e só reabre dentro de seis meses

O Jardim Botânico de Lisboa, com entrada na Rua da Escola Politécnica, encerra esta segunda-feira ao público para obras de requalificação e deverá reabrir dentro de seis meses, anunciou o Museu Nacional de História Natural e da Ciência (MNHNC).

"O Jardim Botânico fecha hoje ao público e o período de obra tem a duração prevista de seis meses. A intervenção prevê melhorias ao nível de quatro grandes áreas: nos sistemas de rega e de circulação de água, no sistema de recolha de águas pluviais, na instalação de cablagens para iluminação e internet e no arranjo dos caminhos e instalação de torniquetes", refere o MNHNC num comunicado hoje divulgado.

A requalificação do Jardim Botânico de Lisboa foi um dos projetos vencedores do Orçamento Participativo (OP) de Lisboa 2013, na categoria até 500 mil euros, tendo sido a proposta mais votada, com 7.500 dos cerca de 35.900 votos recebidos na edição desse ano.

Com as obras de requalificação, "será ainda melhorado o espaço para a futura esplanada, na entrada do Jardim e criado um pequeno anfiteatro ao ar livre, para a programação de eventos culturais".

Além disso, "o portão que dá acesso à Rua da Alegria permitirá a saída dos visitantes e a instalação de equipamento básico, como bebedouros e papeleiras, está também contemplada nesta primeira fase do projeto".

Numa outra fase de requalificação, "que passará pela captação de outras fontes de financiamento, incluir-se-á a criação e melhoria de infraestruturas de apoio ao visitante, nomeadamente, áreas de acolhimento para grupos, zonas de apoio e de lazer, como a esplanada e a sinalética".

O Jardim Botânico de Lisboa faz parte do Museu Nacional de História Natural e da Ciência.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC