sicnot

Perfil

País

Trânsito reaberto na A1 após choque em cadeia

A A1 esteve cortada ao trânsito pouco mais de uma hora cortada em Alhandra, Vila Franca de Xira, no sentido norte-sul, devido a um acidente que envolveu dois pesados e vários ligeiros. Há cinco feridos ligeiros.

De acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS), o acidente ocorreu às 11:10 e resultou de uma colisão entre dois pesados e dois veículos ligeiros, tendo provocado cinco feridos ligeiros.

Fonte da GNR adiantou à Lusa que o acidente envolveu cinco viaturas ligeiras e duas pesadas, ao quilómetro 21 (zona de Alhandra), estando a A1 cortada ao trânsito naquela zona "por tempo indeterminado".

A GNR indicou que a alternativa para os automobilistas é seguirem pela A10 no nó do Carregado e aí apanharem a A9 até Queluz.

Outra alternativa é sair até Alverca e aí retomar a A1.

No local estavam, às 12:00, 10 veículos de socorro e 24 operacionais, acrescentou o CDOS.

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.