sicnot

Perfil

País

Corpo de Intervenção da PSP de Lisboa todo mobilizado para segunda-feira

Os cerca de 300 elementos do Corpo de Intervenção (CI) da PSP de Lisboa vão estar mobilizados para a manifestação de segunda-feira dos taxistas, disse hoje à agência Lusa fonte policial.

Segundo a mesma fonte, um grupo do Corpo de Intervenção (composto por 60 elementos) vai estar na Assembleia da República, onde vai terminar o protesto dos taxistas contra a atividade das plataformas online de transporte de passageiros Uber e Cabify.

A fonte policial adiantou que um outro grupo vai ser distribuído entre o Areeiro e a Assembleia da República, acompanhando o trajeto em carrinhas do CI.

Os restantes elementos do CI de Lisboa vão estar de reserva nas instalações da Ajuda.

A mesma fonte disse também que a PSP, que vai estar a fazer constantes avaliações e a recolher informação, não descarta a hipótese de recorrer a elementos do CI do Porto e Faro.

Também todos os elementos das Equipas de Intervenção Rápida (EIR) de Lisboa vão estar de serviço na segunda-feira para acompanhar o protesto, que conta ainda com elementos do Grupo Operacional Cinotécnico da PSP.

O protesto nacional inicia-se às 07:00 de segunda-feira com uma concentração no Parque das Nações, em Lisboa, seguindo depois, pelas 08:30, com as viaturas em desfile até à Assembleia da República.

De acordo com as associações, os taxistas "permanecerão concentrados em frente à Assembleia da República até que a direção decida pôr fim à concentração".

O objetivo é contestar a atividade das plataformas online que permitem pedir carros descaracterizados de transporte de passageiros, com uma aplicação para smartphones que liga quem se quer deslocar a operadores de transporte. Em Portugal, operam a Uber e a Cabify.

O diploma proposto pelo Governo passa a exigir aos motoristas destas plataformas formação inicial no mínimo de 30 horas (os taxistas têm hoje 150 horas de formação) e um título de condução específico. Os carros não podem ter mais de sete anos, passam a ter de estar identificados com um dístico, terão de ter um seguro semelhante ao dos táxis e serão obrigados a emitir uma fatura eletrónica.

Além disso, não podem circular na faixa bus, não podem estacionar nas praças de táxi e só podem apanhar clientes que os tenham chamado através da aplicação

Lusa

  • "Foi o momento mais difícil da minha vida", disse a ministra emocionada
    3:24
  • A fábrica de caças na base aérea de Monte Real
    3:35

    País

    A Força Aérea portuguesa é a única força militar, para além da norte-americana, que pode mexer em praticamente todo o motor de um caça F-16. Na base aérea de Monte Real há uma fábrica de caças que pode levar o país a comprar mais aviões às peças, para revender a outras forças militares.

  • Comprar ou arrendar casa?
    8:25
  • Fui contactado por um espectador do “Contas-Poupança” (quartas-feiras, Jornal da Noite, SIC) e leitor do blogue www.contaspoupanca.pt, que foi surpreendido com uma carta do banco a aumentar o spread porque um dos serviços que tinha subscrito tinha sido extinguido. Neste caso específico, a domiciliação de ordenado. Ora, o cliente ficou estupefacto porque não mudou de empresa, não foi despedido nem tinha havido nenhuma alteração no recebimento do ordenado naquela conta.

    Pedro Andersson

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44

    Mundo

    A Ucrânia está a ser seriamente afetada por um novo ataque informático. Algumas empresas de grande dimensão estão a ser prejudicadas, agravando a dimensão global do ataque, o qual não parece ser dirigido a ninguém em concreto. Ontem, nas primeiras horas do ataque, não parava de crescer o número de vítimas.

  • Temer acusado de prejudicar Polícia Federal
    2:36
  • Trump interrompe telefonema para elogiar jornalista

    Mundo

    A jornalista irlandesa Caitriona Perry viu-se esta terça-feira envolvida num momento que a própria classificou de "bizarro": um encontro inesperado com Donald Trump, que interrompeu um telefonema com o primeiro-ministro irlandês para... a elogiar.

    SIC

  • Caricaturas de Trump invadem capital do Irão

    Mundo

    O Irão está a organizar um concurso internacional de caricaturas do Presidente norte-americano Donald Trump. Pelas ruas de Teerão já vão surgindo algumas imagens alusivas ao festival que vai realizar-se no próximo mês de julho.