sicnot

Perfil

País

Foco de incêndio obrigou a evacuar estação do metro de Lisboa

A estação de Amadora Este da Linha Azul do Metropolitano de Lisboa foi evacuada, esta sexta-feira à tarde, devido a um pequeno foco de incêndio, que obrigou à interrupção do serviço, informou fonte dos bombeiros.

Segundo adiantou à Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários da Amadora, Mário Conde, registou-se "um pequeno foco de incêndio, num caixote de lixo", que levou a evacuar a estação como "medida de precaução.

O fogo foi rapidamente dominado, mas apesar da acumulação de fumo no interior da estação, não se registaram danos pessoais, acrescentou a mesma fonte.

Uma fonte oficial do Metropolitano de Lisboa confirmou que a estação de Amadora Este foi evacuada pelas 18:49 e que a situação, pelas 19:25, já se encontrava em resolução após o espaço ter sido devidamente ventilado.

O metro informou os utentes que a circulação na Linha Azul, entre a Reboleira e Santa Apolónia, estava interrompida "devido a causas alheias" à empresa.

A empresa informou que a circulação na Linha Azul foi restabelecida às 19:33.

Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".