sicnot

Perfil

País

Marcelo lembra que pessoas são mais importantes que números

Marcelo Rebelo de Sousa falava durante a sessão solene comemorativa do 105.º aniversário da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.

Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, defendeu esta sexta-feira que mais importante que falar de números, das previsões do défice e do crescimento do PIB "são as pessoas de carne e osso que fizeram a história deste país".

"O mais importante é olhar para o que está por detrás e além desses números e que são pessoas, pessoas de carne e osso, que fizeram a história deste país, que fazem o seu presente e que farão o seu futuro", assinalou Marcelo Rebelo de Sousa.

O chefe de Estado assumiu-se ainda "otimista" e disse que "no meio de tantas preocupações, depois de responder dez vezes por dia à crónica pergunta se acredita que o défice vai ser 2,5% este ano e se aceita o facto de o crescimento do PIB andar pelo 1%, como é dito de manhã, à tarde e à noite por sucessivos relatórios de infatigáveis instituições internas e internacionais, além de ter essa sina, que é de ter de dizer 35 vezes o que já disse 34, uma hora e meia antes, o mais importante curiosamente não é isso".

Marcelo Rebelo de Sousa falava durante a sessão solene comemorativa do 105.º aniversário da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP), uma instituição que, anunciou hoje, irá condecorar com o título "mais do que justo" de membro honorário da ordem da instituição pública.

"Foi com estupefação que descobri que nunca o poder político galardoou os méritos desta faculdade", realçou o presidente para quem era "uma evidência que tivesse existido esse reconhecimento".

O Presidente da República aproveitou para defender que "há muito de positivo na educação em Portugal, no ensino superior e na ciência no nosso país" e que "todos os dias temos conhecimento de êxito dos portugueses por esse mundo fora".

"A nossa educação nunca parou de melhorar. Está aquém do que podia ser (...) mas melhorou. E isso aplica-se ao ensino superior, como se aplica à investigação científica", sublinhou.

Lusa

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Morreu o companheiro de Nelson Mandela

    Mundo

    Ahmed Kathrada, activista e ícone sul-africano que lutou ao lado de Mandela contra o "apartheid" morreu hoje aos 87 anos, informou a fundação de caridade Kathrada.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.