sicnot

Perfil

País

Verão de 2016 foi o mais poluído dos últimos seis anos em Portugal

O verão deste ano foi o mais poluído em Portugal dos últimos seis anos, segundo uma análise aos níveis de poluição do ar que envolveu dois poluentes relacionados com os incêndios florestais.

A associação ambientalista ZERO analisou dados da qualidade do ar de 2011 a 2016, entre 1 de agosto e 15 de setembro, tendo constatado que "2016 foi o ano em que os níveis de poluição do ar foram, de longe, os mais elevados em Portugal".

A análise da ZERO, com base em dados disponibilizados pela Agência Portuguesa do Ambiente, envolveu dois poluentes relacionados com os incêndios florestais: partículas inaláveis e ozono.

No caso do ozono, as elevadas temperaturas do verão deste ano também constituem um fator relevante para se atingirem níveis com impacto na saúde pública.

Já no caso das partículas, além dos incêndios, contribui também o transporte de massas de ar vindas do norte de África, que influenciaram as concentrações poluentes em muitos locais.

O pior local do país no que respeita às elevadas concentrações de ozono foi a estação de monitorização em Vouzela, com os piores dias a registarem-se a 8 e 9 de agosto.

A associação ZERO sublinha, em comunicado, que as ultrapassagens dos valores limite de concentrações de ozono este ano foram muito superiores às verificadas em anos anteriores.

Na situação das partículas inaláveis, os valores mais elevados registaram-se em Estarreja, Vouzela, Funchal, Ílhavo e Montemor-o-Velho.

Ao longo deste último verão, os ambientalistas da ZERO dizem ter constatado que a informação sobre concentrações de poluentes esteve indisponível durante muitos dias, o que impossibilita a consulta pelo público e pela imprensa dos valores medidos.

Lusa

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.