sicnot

Perfil

País

Federação conta quatro mil taxistas no protesto em Lisboa

O presidente da Federação Portuguesa do Táxi (FPT), Carlos Ramos, calculou hoje que estejam presentes na manifestação dos taxistas quatro mil carros, adiantando que na cidade de Lisboa poucos estão a trabalhar.

Em declarações aos jornalistas, Carlos Ramos afirmou também que em Faro e no Porto a maioria dos taxistas não está a trabalhar e que muitos não estão a participar na manifestação porque foi criado um "clima de intimidação".

"Foi criado um ambiente esta semana que assustou muitos dos nossos colegas" afirmou o líder da FPT, para justificar que muitos taxistas não estejam presentes na manifestação, depois de na semana passada os representantes do setor terem estimado que estariam presentes na marcha lenta mais de seis mil viaturas.

A reunião de urgência de mais de três horas realizada hoje entre o Governo e os representantes das associações dos taxistas, no Ministério do Ambiente, terminou sem qualquer decisão.

Carlos Ramos, deixou o Ministério sem fazer qualquer declaração, dirigindo-se para a Rotunda do Relógio, junto do aeroporto de Lisboa, onde estão concentrados os taxistas e apelou para estes não abandonarem o local, após uma reunião com o ministro do Ambiente, da qual disse trazer "uma mão cheia de nada".

Já o dirigente da ANTRAL Florêncio Almeida disse aos jornalistas que os taxistas vão ficar no local "por tempo indeterminado", até que o Governo resolva a situação.

"Houve algumas coisas que o Governo disse estar recetivo a aceitar, mas a questão dos contingentes não está fixada", acrescentou.

Centenas de taxistas estão desde a manhã de hoje em protesto junto ao aeroporto de Lisboa, bloqueando o trânsito até à rotunda do Relógio.

Lusa

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.