sicnot

Perfil

País

Governo quer um aumento de alunos no ensino superior

A secretária de Estado do Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo, defendeu esta segunda-feira que é preciso aumentar o número de alunos que segue o ensino superior em Portugal.

"Temos todos que trabalhar muito nisto. Precisamos de mobilizar-nos, todos nós, nesta campanha de que estudar mais é preciso", afirmou.

A secretária de Estado falava na Universidade da Beira Interior (UBI), Covilhã, distrito de Castelo Branco, durante a sessão solene de abertura o ano académico e atribuição de doutoramentos "honoris causa".

A governante lembrou que apenas um em cada três jovens com idade para o efeito está a frequentar o ensino superior, número que não considerou aceitável.

"Este é um número que no mínimo nos deve preocupar a todos", afirmou, sublinhando que "não é possível encarar tranquilamente o futuro" tendo como referência "níveis ainda tão frágeis de formação".

Maria Fernanda Rollo lembrou que alterar esta realidade passa por um "trabalho conjunto", mas sublinhou que é fundamental seguir esse caminho de modo a contribuir para a afirmação do país no contexto internacional, bem como na construção de um país mais justo e desenvolvido.

"Temos bem consciência de que essa formação é necessária em termos de realização pessoal e para construirmos um país com mais justiça, mais equidade e mais bem-estar para todos nós", referiu.

Durante a cerimónia, o reitor da UBI, António Fidalgo, também focou a sua intervenção na importância do ensino da ciência e destacou a importância de não se reduzir a "ciência a um conjunto de conhecimentos certos" e o seu ensino a "uma simples aquisição de conhecimentos transmitidos pelos mestres de outrora ou de agora".

"Queremos que os jovens e os menos jovens que formamos sintam a fascinação da ciência, a fascinação de entender o que nos rodeia, que nos causa estranheza e nos leva a perguntar 'porquê?'", apontou, salientando que "a ciência é a atitude permanente dos porquês e da busca incessante de encontrar respostas para essas perguntas", fundamentou.

António Fidalgo salientou "o percurso de esforço e perseverança na superação de obstáculos", bem como a "obtenção de sucessos" e a consequente afirmação desta instituição como "uma universidade segura de si e respeitada pelos outros".

Um caminho de sucesso que, prometeu, continuará a ser trilhado: "É este ambiente de trabalho, de paixão e partilha entre docentes, discentes e funcionários que queremos intensificar e, assim, fazermos uma UBI mais viva e mais vibrante".

Esta sessão contou ainda com a atribuição de três doutoramentos "honoris causa" atribuídos ao poeta António Salvado, à historiadora Elisa Pinheiro e ao engenheiro Ryszard Kowalczyk, três personalidades ligadas à história da instituição e à cultura nacional.

"É nosso privilégio podermos colher as suas experiências e reconhecer publicamente a entrega e generosidade com que, ao longo das suas carreiras, se dedicam à cultura e à ciência, engrandecendo-as", enfatizou o reitor, referindo-se ao três homenageados.

Lusa

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.