sicnot

Perfil

País

Ministro diz que definir contingente para plataformas eletrónicas é inconstitucional

Ministro diz que definir contingente para plataformas eletrónicas é inconstitucional

Os taxistas mantêm as exigências e as críticas ao Governo, exigem que seja definido um número máximo de veículos a trabalhar nas plataformas eletrónicas, como explicou ainda durante o protesto Carlos Ramos, da Federação Portuguesa do Táxi. O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, diz que impor esse limite, definir esse contingente, é inconstitucional.

  • Repórter da SIC vítima de agressões durante protesto de taxistas
    0:28

    País

    Os ânimos estiveram bastante exaltados durante alguns momentos da manifestação e assistiram-se mesmo a algumas cenas de violência. Um repórter de imagem da SIC foi vítima de um desses episódios. Na altura em que filmava um momento que nada tinha a ver com a manifestação, o jornalista acabou por ser agredido por alguns taxistas que se encontravam no local. O repórter ficou com algumas escoriações e com a câmara e telemóveis partidos. A Direção de Informação da SIC apresentou queixa às autoridades.

  • Taxistas desmobilizaram mas prometem novo protesto
    2:51

    País

    Foi só depois das 2:30 da madrugada, após mais de uma hora de insistência dos presidentes das associações do setor, que os taxistas aceitaram desmobilizar da Rotunda do Relógio, em Lisboa, onde estavam concentrada desde ontem de manhã. Eram muitos os que queriam ficar e resistir à intervenção da polícia.

  • Federação apelou ao bom senso dos taxistas para evitar imagem negativa
    1:11

    País

    O presidente da Federação Portuguesa do Táxi pediu para que não se estragasse as conquistas do dia com uma imagem negativa, que poderia acontecer se os taxistas resistissem à polícia. Carlos Ramos notou que o protesto traduziu-se nalguns avanços na questão das negociações. Perante a resistência de alguns taxistas em deixar o protesto, disse que compreendia, mas apelou ao bom senso.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras