sicnot

Perfil

País

Assembleia da República atribui Prémio Direitos Humanos 2016 a Guterres

© Rafael Marchante / Reuters

A Assembleia da República decidiu atribuir esta quarta-feira o Prémio Direitos Humanos 2016 a António Guterres, pelo seu desempenho nas funções de Alto-comissário das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), anunciou Eduardo Ferro Rodrigues.

"A Assembleia da República decidiu hoje atribuir o Prémio Direitos Humanos 2016, instituído por resolução de 10 de dezembro de 1998, a António Guterres, pelo trabalho desenvolvido na defesa dos direitos humanos, nomeadamente no desempenho das funções de Alto-comissário das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), entre 2005 e 2015", anunciou o presidente do parlamento em comunicado.

A atribuição do prémio ao novo secretário-geral das Nações Unidas foi decidida por unanimidade, por um júri composto pelos deputados da comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias Pedro Bacelar de Vasconcelos (PS), que preside, José Matos Correia (PSD), Filipe Neto Brandão (PS), Sandra Cunha (BE), Telmo Correia (CDS-PP), António Filipe (PCP) e José Luís Ferreira (PEV).

"O desempenho de António Guterres como ACNUR é merecedor dos mais rasgados elogios. Congratulo-me pois pela decisão hoje tomada pela Assembleia da República. António Guterres é o homem certo, no tempo certo, no lugar certo", declarou Ferro Rodrigues, no comunicado.

O prémio será entregue numa cerimónia incluída nas comemorações do Dia Internacional dos Direitos Humanos, em data a anunciar.

Lusa

  • SIC acompanhou visita de Guterres ao Quénia em 2010
    1:52

    Guterres na ONU

    Ao longo de 10 anos de mandato como alto comissário para os refugiados, António Guterres fez múltiplas visitas a campos de acolhimento. Em 2010, a SIC testemunhou a forma como Guterres encarava estas situações, ao acompanhar o português numa visita a um campo no norte do Quénia.

  • O que Angelina Jolie disse sobre Guterres
    0:55

    Guterres na ONU

    Angelina Jolie destaca o trabalho "de bastidores" feito por António Guterres junto dos refugiados. Numa entrevista exclusiva à SIC, em 2014, em Nova Iorque, a atriz elogiou a personalidade e a competência do então alto comissário com quem esteve várias vezes no terreno, na qualidade de embaixadora da Boa Vontade das Nações Unidas.

  • O perfil do próximo líder da ONU
    1:44

    Guterres na ONU

    Engenheiro eletrotécnico de formação, António Guterres foi secretário-geral do PS e primeiro-ministro de dois governos minoritários, de 1995 a 2002. Em 2005, foi nomeado para o cargo de alto-comissário das Nações Unidas para os refugiados, onde permaneceu durante 10 anos.

  • A menina síria que relata a guerra no Twitter está bem, diz o pai

    Mundo

    Bana Alabed, a menina síria de 7 anos que conta no Twitter a luta pela sobrevivência e os horrores da guerra em Alepo, teve de abandonar a sua casa que foi bombardeada mas está bem, disse hoje o seu pai à Agência France Press. A conta esteve fechada desde domingo, mas foi entretanto reativada e tem hoje uma nova publicação de Bana.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.