sicnot

Perfil

País

CDS-PP marca para hoje debate de atualidade sobre "rutura dos serviços públicos"

MARIO CRUZ/LUSA

O grupo parlamentar do CDS-PP requereu o agendamento de um debate de atualidade hoje na Assembleia da República sobre "a rutura dos serviços públicos: a fatura da agenda das esquerdas", disse à Lusa fonte oficial da bancada.

Os debates de atualidade realizam-se antes da ordem do dia marcada e que hoje começa com uma evocação do XX aniversário da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e prossegue com a discussão de diversas iniciativas, entre projetos de resolução e projetos de lei, e do relatório da comissão do BANIF.

A líder do CDS-PP, Assunção Cristas, tinha afirmado na terça-feira que está a faltar dinheiro em serviços públicos como escolas, hospitais, universidades ou polícias como resultado do que considera ser o modelo de governação socialista.

"Quando há um governo que assenta toda a sua estratégia orçamental num crescimento económico que não acontece porque a receita para que viesse acontecer está profundamente errada, e a prova é que nós temos um crescimento de 0,9 quando a promessa era de 2,4 por cento depois, evidentemente, falta dinheiro para os serviços públicos", disse Assunção Cristas.

"Assistimos há muitos meses ao fenómeno das cativações em força, isso significa que nos serviços públicos falta dinheiro", concluiu, em declarações aos jornalistas em Ribeira Grande, nos Açores.

Entre os projetos de lei hoje em debate na Assembleia da República, serão discutidas uma iniciativa do PCP para o "combate a precariedade, impedindo o recurso a medidas públicas ativas de emprego, para responder a necessidades permanentes dos serviços públicos, empresas e outras entidades".

No mesmo tema, o BE apresenta um projeto de resolução com medidas para "a erradicação dos contratos de emprego inserção como mecanismo de preenchimento de necessidades permanentes, para o reconhecimento de contratos de trabalho e para a fiscalização dos estágios promovidos pelo IEFP".

Os deputados vão ainda apreciar o relatório da comissão Parlamentar de Inquérito ao processo que conduziu à venda e resolução do Banco Internacional do Funchal (BANIF) e discutir projetos de resolução para uma intervenção na Estrada Nacional 2, sobre o cumprimento dos compromissos assumidos pela UNICER no âmbito do projeto PIN em Pedras Salgadas e a valorização do turismo termal do eixo Chaves/Peso da Régua.

Lusa

  • Carro do suspeito de rapto de Maelys fotografado por radar a alta velocidade
    1:16

    Mundo

    Praticamente um mês depois do desaparecimento de Maelys de Araújo, as autoridades francesas continuam a fazer buscas para tentar encontrar a menina lusodescendetnte de 9 anos. Entretanto, um jornal francês revelou que o carro do homem suspeito de rapto terá sido fotografado, por um radar, a alta velocidade na noite do desparecimento.

  • 950 militares cercam a Rocinha, no Rio de Janeiro
    2:36
  • Terra volta a termer no México

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6,2, na escala de Richter, foi registado às 05h30, hora local, 23h30, em Lisboa. Até ao momento não há registo de vítimas ou danos materiais.

  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04

    Mundo

    O Presidente francês volta hoje a ser alvo de manifestações contra a reforma laboral. Os protestos foram organizados por Jean Luc Melenchon, o candidato da extrema-esquerda que concorreu contra Macron.

  • Icebergue com 5.800 quilómetros quadrados está a deslocar-se na Antártida

    Mundo

    Um icebergue gigante está a deslocar-se na Antártida em direção ao mar de Weddell segundo as imagens de satélite reveladas. Trata-se do A68, um icebergue quatro vezes maior que a cidade de Londres. Com cerca de 5.800 quilómetros quadrados e triliões de toneladas, A68 é um dos maiores icebergues conhecidos.