sicnot

Perfil

País

Residentes de aldeias de S. Pedro do Sul podem retomar atividades diárias

A GNR informou hoje os residentes de três localidades de São Pedro do Sul onde decorrem buscas para encontrar o suspeito dos crimes de Aguiar da Beira que podem retomar as suas atividades.

Na terça-feira, a GNR apelou aos residentes de Candal, Póvoa das Leiras e Coelheira, em S. Pedro do Sul, distrito de Viseu, para se manterem nas residências, sobretudo à noite, enquanto decorriam buscas para localizar o suspeito dos crimes de Aguiar da Beira.

Hoje, a GNR informou em comunicado que todos os residentes daquelas localidades podem regressar às suas atividades diárias, não sendo necessário manter aquelas medidas durante o dia.

"A GNR tem presente no local um forte dispositivo que pretende garantir, em primeiro lugar, a segurança de todos os habitantes", refere o texto.

No comunicado, a GNR adiantou que a Estrada Nacional 326, que faz a ligação entre as localidade de S. Pedro do Sul e Arouca, está aberta ao trânsito.

Contudo, a guarda deixou um apelo para que as pessoas se mantenham atentas, devendo em casos suspeitos ser alertada de imediato a GNR, através do número de telefone 232 467 940 ou do número de emergência 112.

A GNR efetuou buscas no terreno durante a noite, apesar das condições climatéricas adversas, encontrando-se no local cerca de 250 militares da GNR e elementos da Polícia Judiciária.

O dispositivo da GNR no local é composto por militares do Comando Territorial de Viseu, reforçados por militares dos Comandos Territoriais de Aveiro e Guarda e de efetivo da Unidade de Intervenção, nas valências de ordem pública, operações especiais e de cinotécnica.

Um militar e um civil foram assassinados a tiro na terça-feira em Aguiar da Beira, localidade do distrito da Guarda onde também um outro militar e uma civil ficaram feridos com gravidade.

Já na zona de Candal, S. Pedro do Sul, no distrito de Viseu, um outro militar da GNR foi igualmente ferido com uma arma de fogo.

Na sequência do tiroteio em Aguiar da Beira, a GNR montou uma operação policial na zona de São Pedro do Sul, distrito de Viseu.

A mulher baleada hoje em Aguiar da Beira sofreu um traumatismo cranioencefálico grave e encontra-se na unidade de cuidados intensivos.

Lusa

  • Detido um suspeito do crime de Aguiar da Beira
    3:06

    País

    Um dos suspeitos do crime de Aguiar da Beira foi detido perto da Guarda e outro está cercado na zona de São Pedro do Sul, para onde estão mobilizadas todas as forças da autoridade. Os pormenores dos acontecimentos ainda estão por esclarecer, mas sabe-se que tudo terá acontecido na sequência de um assalto. O balanço de vítimas é de dois mortos, um militar da GNR e um civil, e três feridos graves, dois militares da GNR e um civil. A repórter da SIC Patrícia Figueiredo tem estado a acompanhar o desenvolvimento das operações.

  • Enfermeiros especialistas em saúde materna retomam protesto 

    País

    Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltam quinta-feira de manhã a interromper as funções especializadas, o que pode afetar blocos de parto e maternidades. Queixam-se de "falta de resposta política adequada" e "ausência de acordos sérios".

  • Reis de Espanha enviam mensagem para funeral das vítimas portuguesas
    0:52
  • Cristas vaiada em bairro de Chelas
    1:44

    Autárquicas 2017

    Assunção Cristas promete mudanças na Gebalis, a empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa. Esta manhã, a candidata do CDS à câmara visitou um bairro de Chelas, onde foi vaiada por alguns populares.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • "Em vez de ajudarem, estavam a tirar fotos dela a morrer"
    1:13