sicnot

Perfil

País

Todos os distritos sob aviso amarelo devido à chuva

Todos os distritos de Portugal estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de aguaceiros por vezes fortes, granizo e trovoadas, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em comunicado, o instituto indica que os 18 distritos de Portugal estão sob aviso amarelo entre as 09:00 e as 20:00 de hoje devido à previsão de aguaceiros por vezes fortes que podem ser de granizo e acompanhados de trovoada.

O aviso amarelo é o terceiro mais grave numa escala de quatro e significa "risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica".

O IPMA prevê para hoje nas regiões do norte e centro céu geralmente muito nublado, aguaceiros, que poderão ser pontualmente fortes, de granizo, e acompanhados de trovoada e vento fraco a moderado do quadrante sul, tornando-se fraco a partir do meio da tarde e descida da temperatura máxima, em especial no interior.

No sul prevê-se céu geralmente muito nublado, aguaceiros, sendo mais frequentes a partir do início da tarde e podendo ser acompanhados de trovoada, vento fraco a moderado do quadrante oeste, pequena subida da temperatura mínima e descida da máxima.

No que diz respeito às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 17 e 20 graus Celsius, no Porto entre 16 e 19, em Viana do Castelo entre 13 e 19, em Vila Real e Viseu entre 12 e 17, em Bragança entre 10 e 15, na Guarda entre 10 e 13, em Coimbra entre 15 e 18, em Castelo Branco entre 13 e 18, em Santarém entre 14 e 22, em Évora entre 13 e 19 e em Faro entre 17 e 20.

Lusa

  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08
  • Reveladas escutas telefónicas entre Sócrates e Ricardo Salgado
    2:39

    Operação Marquês

    Após ser detido em 2014, Ricardo Salgado recebeu uma chamada de José Sócrates a dar o seu apoio. Nas escutas é possível perceber que o antigo primeiro-ministro fala de admiração pelo ex-banqueiro, depois de Sócrates ter garantido, na semana passada na RTP, que a relação com Ricardo Salgado era apenas institucional. Noutra conversa de Sócrates, desta vez com o advogado Daniel Proença de Carvalho, o ex-primeiro-ministro criticou Marcelo Rebelo de Sousa, quando este ainda era comentador e tinha comentado a queda do BES.