sicnot

Perfil

País

Três detidos e cinco arguidos na operação "2.ª via" da PSP

Três detidos e cinco arguidos é o balanço da operação da PSP, no âmbito de uma investigação sobre corrupção ativa e passiva, que levou à realização de buscas a diversos organismos públicos, em Lisboa, disse à Lusa fonte da PSP.

Em causa, na investigação da PSP, estão crimes de corrupção ativa e passiva, acesso ilegítimo, falsidade informática, favorecimento pessoal, denegação de justiça e prevaricação.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP adianta que os três detidos, com idades entre os 52 e os 61 anos, e os cinco arguidos são também suspeitos dos crimes de associação criminosa, violação de segredo por funcionário e posse de armas proibidas.

Durante a operação, denominada "2.ª Via", a PSP realizou 31 buscas a residências, viaturas e locais onde trabalhavam os suspeitos, designadamente Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), Departamento de Informática da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna e divisão de trânsito do Cometlis.

A Polícia realizou também buscas, para obtenção de prova, no Departamento de Gestão Financeira da PSP, na Polícia Municipal de Lisboa, em restaurantes, num 'stand' de automóveis e numa escola de condução.

A PSP apreendeu também diverso material conotado com a prática criminosa, designadamente várias armas de fogo e munições, computadores, telemóveis, material de armazenamento informático, documentação diversa e cerca de 90 mil euros em numerário.

Segundo a página da internet da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, elementos da divisão de trânsito da PSP, funcionários e juristas da ANSR, do IMT e do Automóvel Club de Portugal e advogados dedicavam-se, pelo menos desde 2015, a identificar condutores que tinham sido alvo de contraordenações através do acesso indevido a bases de dados informáticos relacionados com a gestão de autos -- SCOR e SIGA.

A troco de vantagens pecuniárias, eram obtidas decisões favoráveis aos condutores alvo de contraordenações, de modo a eliminarem os dados do seu Registo Nacional de Condutores (RNC) ou a conseguirem segundas vias de cartas de condução.

De acordo com a PSP, os suspeitos beneficiavam de conhecimentos adquiridos nas funções profissionais exercidas.

Um dos suspeitos é funcionário do ACP, tendo o mandado de busca sido executado na sua residência e não nas instalações do Automóvel Club de Portugal, que, entretanto, em comunicado, refere que não foram realizadas "quaisquer buscas às suas instalações" e que "desconhece qualquer diligência relacionada com a referida investigação".

O inquérito da investigação é dirigido por magistrados da 9.ª secção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, tendo a operação sido executada pela PSP, em colaboração com a Unidade de Telecomunicações e Informática da Polícia Judiciária.

A PSP avança ainda que a investigação foi iniciada há cerca de um ano e meio.

Os detidos vão ser presentes na Instância Central de Instrução Criminal do Tribunal da Comarca de Lisboa, para primeiro interrogatório judicial.

Lusa

  • Três detidos nas buscas no IMT, PSP e Autoridade Rodoviária

    País

    ​Três pessoas foram hoje detidas no âmbito das buscas às instalações da Divisão de Trânsito da Polícia de Segurança Pública, da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária e do Instituto de Mobilidade e Transportes. Em causa estão suspeitas de corrupção, falsificação de documentos relacionados com processos de contraordenação.

  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • Avião divergiu para as Lajes devido a discussão a bordo

    País

    Um avião da companhia aérea British Airways divergiu hoje para o aeroporto das Lajes, na ilha Terceira, nos Açores, devido a uma discussão a bordo entre um casal de passageiros e a tripulação, informou hoje a Força Aérea Portuguesa.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • Manifestações na Venezuela fazem 29 mortos
    1:22
  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.

  • A nova mansão de Angelina Jolie

    Mundo

    A atriz Angelina Jolie terá comprado uma mansão que pertenceu ao realizador e produtor de cinema Cecil B. DeMille. A propriedade fica situada em Los Angeles, nos Estados Unidos, e terá sido vendida pelo valor de 23 milhões de euros.