sicnot

Perfil

País

81% dos enfermeiros do turno da noite aderiu à greve

A adesão à greve dos enfermeiros relativamente ao turno da noite foi de 81% em todo o país, adiantou à agência Lusa Guadalupe Simões, do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP).

"A adesão no que diz respeito ao turno da noite, que começou às 00:00 e terminou às 08:00 de hoje, foi de 81% em todo o país", disse à Lusa Guadalupe Simões, remetendo para mais tarde dados sobre o turno da manhã.

De acordo com o SEP, na quinta-feira, primeiro dia de paralisação, a adesão dos enfermeiros situou-se, no período da manhã, entre os 72% e os 75% nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Os enfermeiros lutam pela aplicação efetiva das 35 horas de trabalho semanais para todos os enfermeiros, pela admissão de mais profissionais, pelo descongelamento das carreiras e pela reposição do valor integral das horas de qualidade e o descongelamento das carreiras.

A greve, que começou às 08:00 de quinta-feira, termina hoje nos centros de saúde, mas nos hospitais será mais cedo, com o final do turno da manhã.

Lusa

  • Greve dos enfermeiros em Lisboa
    1:55

    País

    Os enfermeiros estão hoje e amanhã em greve. Exigem a reposição das 35 horas de trabalho para todos os profissionais e a contratação de mais pessoas. O sindicato diz que a adesão ronda os 75%. A SIC foi ver os efeitos da paralisação em Lisboa.

  • Greve dos enfermeiros no Algarve
    2:23

    País

    A greve dos enfermeiros no Algarve afetou, sobretudo, cirurgias e internamentos. Nas consultas e nos tratamentos de ambulatório, a greve quase não se notou.

  • Frio no fim de semana, regiões do interior podem chegar aos -5 °C
    1:23

    País

    A Proteção Civil emitiu um alerta para o tempo frio e seco e pede cuidados redobrados. As temperaturas já começaram a descer, com regiões a registarem valores negativos. No interior, podem chegar aos 5 graus negativos. Até ao Natal o tempo vai manter-se frio, seco e com ausência de chuva.

  • Bombeiro ferido nos fogos de Pedrógão Grande regressou a casa
    2:33

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Seis meses depois dos incêndios de Pedrógão Grande, regressou a casa o último dos bombeiros de Castanheira de Pera que estava internado desde junho. Rui Rosinha esteve em coma mais de dois meses e tem ainda pela frente uma longa recuperação. O bombeiro não quer que o país esqueça o que aconteceu e espera que as duas tragédias deste ano (fogos de junho e outubro) sirvam de lição para o futuro.

  • PS volta a subir nas intenções de voto e não baixa dos 40%
    2:01
  • Marcelo evita "ideia de que o ano foi todo muito bom"
    3:14

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa disse esta sexta-feira que 2017 teve "o melhor e o pior" e que "é preciso evitar a "ideia que o ano foi todo muito bom". O Presidente da República fez estas declarações depois de António Costa ter dito que a nível económico este "foi um ano particularmente saboroso".