sicnot

Perfil

País

António Costa reitera regozijo por ter "compatriota" como secretário-geral da ONU

O primeiro-ministro reiterou hoje o regozijo por "um compatriota" ter sido quinta-feira aclamado como secretário-geral das Nações Unidas, agradecendo o apoio de todas as forças políticas à "campanha nacional" que permitiu a eleição de António Guterres.

"Aproveito aqui este momento para compartilhar com toda a câmara o regozijo que certamente todos temos - e a que o senhor ministro dos Negócios Estrangeiros pôde assistir pessoalmente ontem [quinta-feira] de termos visto aclamado um compatriota nosso como secretário-geral das Nações Unidas", disse o primeiro-ministro, António Costa, durante o debate quinzenal na Assembleia da República, motivando o aplauso de pé da bancada do PS, que contrastou com a reação mais 'tímida' das bancadas da direita e dos restantes partidos de esquerda.

Agradecendo o apoio dado por todas as forças políticas e todos os órgãos de soberania, António Costa deixou um agradecimento "especial" ao líder do PSD, Pedro Passos Coelho, por ter "sempre correspondido às diligências pessoais que o Governo lhe solicitou" naquela que foi uma "campanha verdadeiramente nacional" e que permitiu a eleição de António Guterres como secretário-geral das Nações Unidas.

Lusa

  • Alemães protestam contra a Extrema-Direita
    0:39
  • Incêndio urbano em Coimbra deixa cinco pessoas desalojadas

    País

    Um incêndio numa habitação na cidade de Coimbra deixou este domingo cinco pessoas desalojadas, disse à agência Lusa fonte dos Bombeiros Sapadores. Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra adiantou que o fogo destruiu uma parte substancial de um edifício de três andares em frente à sede da Associação Académica de Coimbra, na rua Padre António Vieira.