sicnot

Perfil

País

António Costa reitera regozijo por ter "compatriota" como secretário-geral da ONU

O primeiro-ministro reiterou hoje o regozijo por "um compatriota" ter sido quinta-feira aclamado como secretário-geral das Nações Unidas, agradecendo o apoio de todas as forças políticas à "campanha nacional" que permitiu a eleição de António Guterres.

"Aproveito aqui este momento para compartilhar com toda a câmara o regozijo que certamente todos temos - e a que o senhor ministro dos Negócios Estrangeiros pôde assistir pessoalmente ontem [quinta-feira] de termos visto aclamado um compatriota nosso como secretário-geral das Nações Unidas", disse o primeiro-ministro, António Costa, durante o debate quinzenal na Assembleia da República, motivando o aplauso de pé da bancada do PS, que contrastou com a reação mais 'tímida' das bancadas da direita e dos restantes partidos de esquerda.

Agradecendo o apoio dado por todas as forças políticas e todos os órgãos de soberania, António Costa deixou um agradecimento "especial" ao líder do PSD, Pedro Passos Coelho, por ter "sempre correspondido às diligências pessoais que o Governo lhe solicitou" naquela que foi uma "campanha verdadeiramente nacional" e que permitiu a eleição de António Guterres como secretário-geral das Nações Unidas.

Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC