sicnot

Perfil

País

Marcelo diz-se muito preocupado com o panorama da leitura em Portugal

© Rafael Marchante / Reuters

O Presidente da República manifestou-se esta sexta-feira "muito preocupado" com o atual panorama da leitura em Portugal, referindo que a comunicação social de massas dá menos atenção ao tema e que se vendem menos livros.

No seu entender, "o digital tem permitido experiências notáveis, mas há que convir que o reajustamento de políticas definidas para outro tempo e para outras circunstâncias é hoje uma realidade que é imperativa".

Marcelo Rebelo de Sousa falava durante um fórum sobre os 20 anos da Rede de Bibliotecas Escolares, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

Apesar de "muito preocupado", o chefe de Estado voltou a definir-se como "um otimista" e afirmou que "aposta também na renovação constante do Plano Nacional de Leitura" e "apoia tudo o que o Governo for fazendo" nesta matéria, que classificou de "imperativo nacional".

"Eu não vos vou dizer que tenho a paixão da educação. Já outros o disseram, e bem", declarou, numa alusão ao antigo primeiro-ministro António Guterres, que na quinta-feira foi eleito secretário-geral das Nações Unidas.

Perante alguns risos na assistência, Marcelo Rebelo de Sousa prosseguiu: "E bem, porque de facto tinham a paixão da educação".

"E é bom, aliás, que quem o disse hoje possa colocar a sua paixão da educação ao serviço do mundo, porque é de facto o melhor da minha geração. Enche-nos de orgulho e é uma oportunidade para o mundo, assim o mundo e as Nações Unidas aproveitem", acrescentou, provocando uma salva de palmas para Guterres.

O Presidente da República retomou então o tema da sua intervenção, defendendo que "é de facto uma prioridade nacional, a educação, e dentro da educação a literacia é uma prioridade".

Marcelo Rebelo de Sousa começou por considerar que a Rede de Bibliotecas Escolares, assim como o Plano Nacional de Leitura, "foi essencial" para aumentar a literacia.

"Simplesmente, passaram 20 anos sobre a Rede de Bibliotecas Escolares, passaram dez anos sobre o Plano Nacional de Leitura, eu não vos escondo que estou preocupado com o panorama da leitura em Portugal hoje. Estou muito preocupado", acrescentou.

Segundo o chefe de Estado, "há obviamente uma crise editorial" em Portugal: "O que se produz hoje, edita hoje e, sobretudo, aquilo que se vende hoje de livros fica muito aquém do que acontecia ainda não há muitos anos. E a tendência tem sido genericamente preocupante".

Em segundo lugar, o Presidente da República referiu que "a comunicação social de massas, a começar na audiovisual, tem dado menor atenção nos últimos tempos quer ao Plano Nacional de Leitura quer à problemática da leitura em geral, quer ao acompanhamento da política do livro".

Marcelo Rebelo de Sousa ressalvou que "há exceções", mas considerou que "o panorama global também é preocupante nesse particular, e não é compensado pelo digital".

Lusa

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.