sicnot

Perfil

País

Morreu José Lello

lusa

O antigo ministro, secretário de Estado e dirigente socialista José Lello faleceu hoje, no Porto. Tinha 72 anos.

Última atualização às 13:23

José Lello foi pela primeira vez eleito deputado em 1983, pelo círculo eleitoral do Porto, mandato que renovou sucessivamente até às eleições legislativas de outubro de 2015.

No seu percurso político, no primeiro executivo liderado por António Guterres, entre 1995 e 1999, desempenhou as funções de secretário de Estado das Comunidades.

Em 2002, já no segundo executivo liderado por António Guterres, substitui Armando Vara nas funções de ministro da juventude e do Desporto.

José Lello esteve depois na primeira linha política da ascensão de José Sócrates ao cargo de secretário-geral do PS em 2004.

Durante a liderada socialista de José Sócrates, entre 2004 e 2011, José Lello foi sempre membro do Secretariado Nacional com o pelouro das finanças e das relações internacionais.

No Parlamento, exerceu mandatos mais ligados às áreas da Defesa Nacional e dos Negócios Estrangeiros,, tendo sido inclusivamente eleito presidente da Assembleia Parlamentar da NATO.

Lello estava doente há vários meses e morreu esta manhã no Porto.

Com Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52