sicnot

Perfil

País

Português detido pela polícia brasileira em reserva indígena no norte do país

Um português de 62 anos foi detido pela Polícia Federal brasileira numa reserva indígena no interior do estado do Acre, em cumprimento de um mandado da justiça, divulgou hoje a imprensa brasileira.

De acordo com o portal de notícias G1, o cidadão português foi detido na quarta-feira na base Xinane, na Terra Indígena Isolados do Rio Envira, na fronteira entre os municípios de Jordão e Feijó, no interior do Acre, em cumprimento de um mandado da justiça do mesmo estado.

O cidadão português foi encaminhado para a cadeia Manoel Neri, na cidade de Cruzeiro do Sul.

A Polícia Federal brasileira (PF) referiu que funcionários da Fundação Nacional do Índio (Funai) informaram a polícia após os índios comunicarem que viram um caçador com uma arma de fogo na região.

A polícia não especificou por qual crime o português era procurado pela justiça do Acre.

"A Funai entrou em contacto connosco pela parte da manhã (quarta-feira). Os índios foram ver quem era, a pessoa identificou-se e, como tem uns funcionários permanentes na base, pegaram os dados e entraram em contacto com a PF", explicou o delegado Fabrício Santos.

O delegado sublinhou ainda que o português tem um processo por tráfico de droga no Ceará.

O cidadão português já havia sido preso pela Polícia Federal em 2011, quando um grupo armado peruano tentava invadir a região onde vivem indígenas isolados do Acre.

O homem foi novamente detido em março último, na mesma região, e foi extraditado para o Peru, mas regressou ao Acre em agosto.

Na época, o Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar do Acre (BOPE) e Polícia Federal foram acionados para proteger o local dos possíveis invasores.

Lusa

  • O encontro emocionado de Marcelo com a mãe de uma das vítimas dos fogos
    0:30
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Houve "erros defensivos que normalmente a equipa não comete"
    0:38

    Desporto

    No final do jogo, quando questionado sobre a ausência de Casillas no onze do FC Porto, Sérgio Conceição referiu que a equipa apresentada era aquela que lhe oferecia garantias. Quanto ao jogo, o treinador portista reconheceu que a equipa cometeu vários erros defensivos.

  • "Cometemos erros e há que tentar corrigi-los"
    0:41

    Desporto

    No final do jogo em Leipzig, Iván Marcano desvalorizou a ausência de Iker Casillas e entendeu que o facto de o guarda-redes ter ficado no banco não teve impacto na equipa. Já sobre o jogo, o central espanhol garantiu que não correu da forma como os jogadores esperavam.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.