sicnot

Perfil

País

Suspeito do tiroteio em Aguiar da Beira terá assaltado casa em Arouca

O homem mais procurado de Portugal terá sido avistado. Pedro João Dias suspeito da morte de duas pessoas em Aguiar da Beira terá assaltado uma casa na freguesia de Moldes - a cerca de 3 quilómetros do centro de Arouca - agredindo um casal de idosos e roubando o seu carro.

A GNR montou um cerco às estradas da zona à procura do Opel Astra branco, no qual Pedro Dias terá fugido

Seis dias depois dos homicídios, sabe-se agora que o alerta foi dado pelo militar baleado, que sobreviveu. António Ferreira já teve entretanto alta hospitalar.

"Todas as opções estão em aberto, mas há fortes suspeitas que seja o mesmo indivíduo que anda a monte", disse o tenente-coronel Vendas Alves, da GNR de Aveiro, à Lusa, adiantando que o casal de idosos identificou o agressor como sendo o presumível homicida.

O caso ocorreu cerca das 13:30, quando os idosos se preparavam para sair de sua casa, em Moldes, para almoçar com o filho.

"Eles foram abordados pelo presumível homicida que os amarrou e amordaçou e ficou-lhes com a viatura, fugindo do local", disse o mesmo responsável.

Face à demora dos pais, o filho alertou por volta das 15:30 a GNR, que se deslocou ao local e encontrou as vítimas manietadas.

O mesmo responsável não divulgou os dados da viatura que foi furtada, adiantando que as autoridades estão no terreno a tentar localizar e intercetar o veículo.

A GNR cessou na passada quarta-feira as buscas que estava a realizar entre São Pedro do Sul (distrito de Viseu) e Arouca (distrito de Aveiro) para encontrar o suspeito, mantendo no terreno as patrulhas de policiamento de proximidade.

Um militar e um civil foram assassinados a tiro na madrugada do dia 11 de outubro em Aguiar da Beira, no distrito da Guarda, onde também um outro militar e uma civil ficaram feridos com gravidade.

Já durante a tarde, na zona de Candal, um outro militar da GNR foi também ferido com uma arma de fogo.

Com Lusa

  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.