sicnot

Perfil

País

Marcelo Rebelo de Sousa saúda elevação e civismo dos açorianos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, saudou esta terça-feira os açorianos pela "elevação democrática e pelo civismo demonstrados no processo eleitoral para a Assembleia Legislativa", no domingo.

Saúdo muito calorosamente o povo da Região Autónoma dos Açores, que votou no passado domingo, pela elevação democrática e pelo civismo demonstrados no processo eleitoral para a Assembleia Legislativa daquela Região Autónoma", refere numa nota disponibilizada hoje no 'site' da Presidência da República.

Marcelo Rebelo de Sousa também felicitou o Partido Socialista/Açores pela vitória nas eleições bem como os partidos que nelas participaram "numa prova de maturidade democrática" que deve ser reconhecida e saudada.

Na segunda-feira, questionado na Suíça sobre a abstenção recorde de 59,16% registada nas eleições regionais, o chefe de Estado considerou que esse é "um problema nas democracias contemporâneas, que tem a ver muito com a mudança da democracia" e reflete "o afastamento das pessoas em relação ao poder, àqueles que governam".

O Presidente da República acrescentou que "a democracia não é apenas eleições, é uma participação contínua ao longo do tempo", concluindo: "Eu espero que no futuro aquilo que está a acontecer em muitas democracias e que em Portugal vai acontecendo possa ser ultrapassado por essa democracia participativa".

Marcelo Rebelo de Sousa defendeu também que "é importante fazer uma pedagogia contra a abstenção" e que "essa pedagogia não se pode fazer só em período eleitoral ou pré-eleitoral".

O PS venceu no domingo as eleições legislativas regionais dos Açores, conquistando uma nova maioria absoluta ao conseguir eleger 30 deputados do total de 57 parlamentares da Assembleia Legislativa Regional.

O PSD conquistou 19 deputados, o CDS-PP quatro, o BE dois e o PCP-PEV e o PPM um deputado cada um.

Em relação às anteriores eleições, em 2012, os socialistas perdem um deputado tal como o PSD, enquanto o CDS-PP e o BE ganham um cada. O PCP-PEV e o PPM mantêm um deputado cada.

A abstenção atingiu 59,16%, um recorde em eleições regionais nos Açores. Em 2012, não foram às urnas 52,12% dos eleitores.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.