sicnot

Perfil

País

100 médicos pediram para emigrar no primeiro semestre deste ano

Até ao mês de julho deste ano, tinham pedido para emigrar cerca de 100 médicos, menos de um quarto do que os que emigraram nos dois anos anteriores, revelou hoje o ministro da Saúde.

Respondendo aos deputados da oposição, na comissão parlamentar da Saúde, que o confrontavam com as contestações das ordens profissionais à atual governação, o ministro da Saúde apontou os números que lhe foram dados pela própria ordem dos médicos.

Segundo esses dados, em 2014 emigraram 394 médicos, em 2015 emigraram 475 médicos, até ao mês de julho de 2016 tinham sido pedidos os documentos para poderem emigrar menos de cem médicos.

"Isto é um sinal, como é um sinal que este ano contratámos para o Serviço Nacional de Saúde especialistas hospitalares no maior numero dos últimos cinco anos", afirmou.

Lusa

  • Derrame de ácido clorídrico na Nacional 1, em Gaia
    1:15

    País

    Um derrame de ácido clorídrico obrigou esta manhã ao corte da Nacional 1, em Vila Nova de Gaia, na zona de Pedroso. O ácido estava a ser transportado em embalagens de plástico, dentro de um pesado de mercadorias. Foi o motorista que detetou a fuga e pediu a ajuda dos bombeiros.

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31
  • "É abusivo falar de fuga ao fisco"
    4:10

    Economia

    Dez mil milhões de euros é o valor de que se fala das transferências para contas offshore, que terão escapado à Autoridade Tributária. O número impressiona, mas é preciso notar que este dinheiro é capital que sai do país e o capital não está sujeito ao pagamento de imposto só porque sai do país. O fiscalista Tiago Caiado Guerreiro esteve no Jornal da Noite para dar mais explicações sobre o caso.

  • Número de mortos de atentado em al-Bab sobe para 60

    Mundo

    O atentado bombista de hoje na cidade de al-Bab (Norte da Síria), capturada na quinta-feira ao Estado Islâmico, fez pelo menos 60 mortos, de acordo com um novo balanço noticiado pela agência de notícias estatal turca Andadolu.