sicnot

Perfil

País

GNR realiza até domingo operação para prevenir "estacionamento abusivo"

A Guarda Nacional Republicana (GNR) realiza entre hoje e domingo uma operação de âmbito nacional com o objetivo de prevenir e eliminar o estacionamento abusivo em locais que condicionam a mobilidade dos portadores de deficiência.

Em comunicado, a GNR indicou que a operação "100 Barreiras" vai ser dividida em duas fases, sendo que nos primeiros três dias os militares promovem ações de sensibilização junto da população, especialmente a condutores de veículos automóveis.

O objetivo, segundo a GNR, é alertar para os constrangimentos causados pelo estacionamento abusivo em locais reservados, nas passadeiras e nos passeios.

Nos dois últimos dias (sábado e domingo), os militares vão realizar ações de fiscalização no interior de localidades para combater o "estacionamento abusivo".

Esta operação conta com o apoio e colaboração da Associação Salvador, uma instituição particular de solidariedade social que atua na área da deficiência motora.

A GNR lembra também que no sábado comemora-se o "Dia Internacional das Pessoas com Deficiência".

"Neste âmbito a Guarda implementou o "Programa de Apoio a Pessoas com Deficiência" (PAPcD), visando a promoção dos direitos e garantias de condições de vida dignas às pessoas com deficiência", é referido no comunicado.


  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • Bruno de Carvalho e Octávio Machado suspensos

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e o diretor-geral para o futebol, Octávio Machado, foram esta terça-feira suspensos pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015.

  • Corredora exausta é levada ao colo até à meta na meia maratona do amor
    1:06

    Mundo

    Aconteceu este domingo em Filadélfia, EUA. A poucos metros da meta uma corredora exausta é amparada por dois colegas. Mas o cansaço é tanto que fica sem força nas pernas. É quando aparece a terceira ajuda. Um homem volta para trás e leva-a no colo até à meta. A centímetros do fim larga-a para que a corredora possa atravessar a meta pelo seu próprio pé.

    Patrícia Almeida

  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho