sicnot

Perfil

País

Governo quer mais famílias de acolhimento para crianças em risco

A secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, disse que é prioridade do Governo, aumentar o número de famílias de acolhimento de crianças em risco e privilegiar a prevenção.

Ana Sofia Antunes falava no encerramento do Encontro Anual das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens, que se realizou no Funchal, onde admitiu a necessidade de rever os incentivos às famílias, apostar na prevenção de situações de risco e criar condições para que, já a partir do próximo ano, possa ser aumentado o acolhimento familiar de crianças em risco.

Há "a necessidade de avançarmos com projetos-piloto ao nível do acolhimento familiar, porque sabemos que, neste momento, em Portugal, apenas temos 3% das crianças retiradas nesta resposta", disse Ana Sofia Nunes, na sessão de encerramento do encontro.

A governante reconheceu que o número de famílias disponíveis para acolher crianças em situação de risco "é de facto muito baixo", razão pela qual defendeu ser preciso "rever os incentivos que se atribuem às famílias para esse efeito".

Ana Sofia Antunes também considerou importante a aposta "mais intensa no trabalho de prevenção nas situações de risco", reconhecendo que este só será "eficaz e mais responsável" com reforço técnico.

A secretária regional da Inclusão e dos Assuntos Sociais da Madeira, Rubina Leal, por seu lado, desafiou a secretária de Estado do Governo da República a disponibilizar mais recursos técnicos, "para um trabalho de proximidade".

O Encontro Anual das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens reuniu no Funchal, nos últimos três dias, cerca de 650 técnicos do país.

O próximo encontro realiza-se em maio de 2017, em Idanha-a-Nova.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.