sicnot

Perfil

País

Governo insiste junto dos EUA sobre "importância estratégica" das Lajes

© Kevin Lamarque / Reuters

O Governo português tem insistido, junto dos Estados Unidos, sobre a "importância estratégica" da base das Lajes, nos Açores, e que a redução do contingente militar apontado pela administração norte-americana "é excessiva", disse o ministro dos Negócios Estrangeiros.

"Mantemos, em relação a esta [de Barack Obama] e à próxima administração [liderada por Donald Trump], a mesma expectativa. Há razões que justificam que os Estados Unidos compreendam melhor a importância estratégica das Lajes como base militar para a sua força aérea e que a redução de contingente que querem concretizar é excessiva", disse Augusto Santos Silva à Lusa, a propósito da reunião da comissão bilateral permanente entre Portugal e os Estados Unidos, que decorreu esta quarta-feira em Sintra.

O chefe da diplomacia portuguesa lembrou que o processo de decisão norte-americana sobre o uso da base das Lajes, na ilha Terceira, não está ainda concluído - quer o organismo norte-americano equivalente ao Tribunal de Contas quer o Congresso ainda vão pronunciar-se.

A reunião da comissão bilateral permanente serviu para as duas partes fazerem "o balanço do adquirido nas negociações, de forma a que a nova administração possa retomar o assunto com toda a informação necessária", depois de tomar posse, a 20 de janeiro, referiu Santos Silva.

"Com esta e com a próxima administração, insistimos que as Lajes e os Açores podem constituir uma boa plataforma para reforçar a cooperação entre Portugal e os Estados Unidos em duas áreas essenciais: segurança e defesa e investigação e desenvolvimento, em torno das ciências e das tecnologias do espaço, dos oceanos e do clima", sublinhou.

Na reunião desta quarta-feira, o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, fez uma "apresentação muito extensa" do projeto português de criação de um laboratório científico no Atlântico, sediado nos Açores.

O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, que participou na comissão bilateral permanente, defendeu a necessidade de uma abordagem "mais eficaz e mais rápida" na resolução de questões ambientais na base das Lajes.

O chefe do executivo regional referiu que a questão das infraestruturas também foi abordada na reunião, dado que estão "num processo de determinação da sua posse", na sequência da decisão de redimensionamento das forças norte-americanas na base.

Na sequência do anúncio, a 08 de janeiro de 2015, da redução da presença norte-americana nas Lajes, os Açores apresentaram um plano de revitalização económica da Terceira no qual pedem ao Governo nacional que assegure junto dos EUA 167 milhões de euros anuais, durante 15 anos, para a ilha.

Mais de metade dessa verba - 100 milhões de euros anuais - tem como destino a "reconversão e limpeza ambiental" de infraestruturas e terrenos construídos e ocupados pelos Estados Unidos ao longo dos mais de 60 anos, alguns deles com problemas já diagnosticados de contaminação.

Lusa

  • E agora?
    15:07

    Reportagem Especial

    Há uma semana, Portugal voltou a ser palco de uma tragédia que matou pelo menos 44 pessoas e deixou cerca de 70 feridas. Os incêndios destruíram mais de 800 casas, dezenas de empresas e explorações agropecuárias, mataram milhares de animais e consumiram uma gigantesca área de floresta. A reportagem da SIC andou pelo concelho de Tondela, onde três pessoas morreram e o levantamento de prejuízos ainda não está fechado.

  • "Sinto-me como quem leva uma sova monumental"
    0:30
  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • "Não compreendi absolutamente nada a substituição do Casillas"
    1:58
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    Os guarda-redes de FC Porto e Benfica estão neste momento em destaque depois de José Sá ter assumido a baliza dos dragões em detrimento de Iker Casillas. Nas águias, Svilar repetiu a titularidade frente ao Desportivo das Aves. Os comentadores do programa Play-Off Rodolfo Rei, Rui Santos, João Alves e Manuel Fernandes analisaram as duas situações.

  • Famílias afetadas pelos fogos começam a receber bens de primeira necessidade
    2:30
  • Equipa responsável por renovação da Proteção Civil ainda não é conhecida
    2:45

    País

    A constituição da unidade de missão que deverá entrar esta segunda-feira em funções para concretizar a reforma dos sistemas de prevenção e combate a incêndios ainda não é conhecida. A equipa de trabalho anunciada por António Costa será responsável por pôr de pé o novo sistema de Proteção Civil, aprovado no Conselho de Ministros extraordinário de sábado.

  • "Quero unir o PSD depois de o clarificar"
    1:17
  • Quem são os lesados do BES?
    4:52