sicnot

Perfil

País

Técnicos de saúde suspendem greve em véspera de reunião com Governo

A greve dos técnicos de diagnóstico e terapêutica, que durava há 15 dias, por tempo indeterminado, terminou esta madrugada. Amanhã, os sindicatos serão recebidos pelo Governo para discutir as reinvindicações dos trabalhadores.

Os técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica reclamam a atualização da carreira profissional.

Em comunicado, o Sindicato dos Técnicos Superiores das Áreas de Diagnóstico e Terapêutica (STSS) refere que vai reunir na sexta-feira com o Governo para fechar a primeira fase do processo negocial, notando que os projetos enviados pelo governo correspondem às exigências do Sindicato.

"Os técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica e o sindicato reiteram o pedido de desculpas pelos incómodos causados à população em geral e aos utentes do SNS -- Sistema Nacional de Saúde em particular", adianta a nota sindical enviada à agência Lusa.

Segundo o sindicato, os projetos de diploma enviados pelo governo, bem como o compromisso de negociação das matérias de incidência orçamental, designadamente a produção de efeitos remuneratórios a negociar, está dentro do perímetro das reivindicações do sindicato.

"Foram já efetuadas propostas de correção a alguns aspetos técnicos dos diplomas que, o sindicato já sabe que serão acolhidas na reunião" com o governo.

O sindicato justifica que foi, perante estes avanços nas negociações, que a direção nacional do STSS decidiu suspender a greve, retomando o regime normal de urgência de feriados e fins de semana.

Desta forma - indica o sindicato - ficam cancelados os protestos agendados para sexta-feira, em todo o país, não havendo, por isso, concentrações defronte dos hospitais de S.José (Lisboa) e de Santo António (Porto), hospital Universidade de Coimbra e dhospital de Faro.

Os técnicos superiores das áreas de diagnóstico e terapêutica, constituídos em 22 profissões, três das quais por regulamentar, abrangem áreas como as análises clínicas, a radiologia, a fisioterapia, a farmácia, a cardiopneumologia, entre muitas outras, num total de cerca de 10 mil profissionais em exercício nos serviços públicos de saúde.

A paralisação que agora terminou afetou, segundo o sindicato, "praticamente todos os serviços de saúde, com especial incidência nos blocos operatórios, altas e internamentos hospitalares", ou os diagnósticos diferenciados.

Com Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.