sicnot

Perfil

País

Técnicos de saúde suspendem greve em véspera de reunião com Governo

A greve dos técnicos de diagnóstico e terapêutica, que durava há 15 dias, por tempo indeterminado, terminou esta madrugada. Amanhã, os sindicatos serão recebidos pelo Governo para discutir as reinvindicações dos trabalhadores.

Os técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica reclamam a atualização da carreira profissional.

Em comunicado, o Sindicato dos Técnicos Superiores das Áreas de Diagnóstico e Terapêutica (STSS) refere que vai reunir na sexta-feira com o Governo para fechar a primeira fase do processo negocial, notando que os projetos enviados pelo governo correspondem às exigências do Sindicato.

"Os técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica e o sindicato reiteram o pedido de desculpas pelos incómodos causados à população em geral e aos utentes do SNS -- Sistema Nacional de Saúde em particular", adianta a nota sindical enviada à agência Lusa.

Segundo o sindicato, os projetos de diploma enviados pelo governo, bem como o compromisso de negociação das matérias de incidência orçamental, designadamente a produção de efeitos remuneratórios a negociar, está dentro do perímetro das reivindicações do sindicato.

"Foram já efetuadas propostas de correção a alguns aspetos técnicos dos diplomas que, o sindicato já sabe que serão acolhidas na reunião" com o governo.

O sindicato justifica que foi, perante estes avanços nas negociações, que a direção nacional do STSS decidiu suspender a greve, retomando o regime normal de urgência de feriados e fins de semana.

Desta forma - indica o sindicato - ficam cancelados os protestos agendados para sexta-feira, em todo o país, não havendo, por isso, concentrações defronte dos hospitais de S.José (Lisboa) e de Santo António (Porto), hospital Universidade de Coimbra e dhospital de Faro.

Os técnicos superiores das áreas de diagnóstico e terapêutica, constituídos em 22 profissões, três das quais por regulamentar, abrangem áreas como as análises clínicas, a radiologia, a fisioterapia, a farmácia, a cardiopneumologia, entre muitas outras, num total de cerca de 10 mil profissionais em exercício nos serviços públicos de saúde.

A paralisação que agora terminou afetou, segundo o sindicato, "praticamente todos os serviços de saúde, com especial incidência nos blocos operatórios, altas e internamentos hospitalares", ou os diagnósticos diferenciados.

Com Lusa

  • Lei existe há quatro anos mas não tem regulamentação
    2:03
  • Denúncia de maus tratos a cães no canil municipal de Elvas
    2:24

    País

    O Grupo de Intervenção e Resgate Animal denunciou nas redes sociais alegados maus tratos a animais no canil municipal de Elvas. As imagens mostram uma cadela com uma corda ao pescoço. A autarquia abriu um inquérito para averiguar o caso, suspendendo também o trabalho dos voluntários no canil.

  • Há cada vez menos portugueses

    País

    A população em Portugal diminuiu no ano passado, pelo oitavo ano consecutivo, já que o número de mortes continua a ser superior ao de nascimentos, revelam dados hoje divulgados pelo INE.

  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Estados Unidos vão reforçar as sanções à Coreia do Norte
    1:31

    Mundo

    Washington pretende também investir nos esforços diplomáticos para que Pyongyang ponha fim aos programas nucleares e de mísseis. A nova estratégia de Donald Trump foi anunciada quarta-feira à noite. A força aérea norte-americana testou esta quarta-feira um míssil de longo-alcance que percorreu 6800 quilómetros sobre o Pacífico a partir de uma base na Califórnia.

  • Le Pen vai à pesca
    0:35

    Eleições França 2017

    Marine Le Pen, candida à presidência de França fez esta quinta-feira uma "pausa" na campanha eleitoral e aproveitou para ir à pesca. A candidata navegou num barco de pesca no Mediterrâneo.

  • Ovibeja aposta este ano na internacionalização da agricultura
    2:07

    País

    A Ovibeja começou esta quinta-feira e este ano aposta na internacionalização dos produtos agrícolas do Alentejo. Centenas de expositores esgotam o certame, que é uma monstra da agricultura portuguesa. António Costa, na sexta-feira, e Marcelo Rebelo de Sousa, no sábado, são alguns dos políticos com a presença marcada em Beja.