sicnot

Perfil

País

Técnicos de saúde suspendem greve em véspera de reunião com Governo

A greve dos técnicos de diagnóstico e terapêutica, que durava há 15 dias, por tempo indeterminado, terminou esta madrugada. Amanhã, os sindicatos serão recebidos pelo Governo para discutir as reinvindicações dos trabalhadores.

Os técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica reclamam a atualização da carreira profissional.

Em comunicado, o Sindicato dos Técnicos Superiores das Áreas de Diagnóstico e Terapêutica (STSS) refere que vai reunir na sexta-feira com o Governo para fechar a primeira fase do processo negocial, notando que os projetos enviados pelo governo correspondem às exigências do Sindicato.

"Os técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica e o sindicato reiteram o pedido de desculpas pelos incómodos causados à população em geral e aos utentes do SNS -- Sistema Nacional de Saúde em particular", adianta a nota sindical enviada à agência Lusa.

Segundo o sindicato, os projetos de diploma enviados pelo governo, bem como o compromisso de negociação das matérias de incidência orçamental, designadamente a produção de efeitos remuneratórios a negociar, está dentro do perímetro das reivindicações do sindicato.

"Foram já efetuadas propostas de correção a alguns aspetos técnicos dos diplomas que, o sindicato já sabe que serão acolhidas na reunião" com o governo.

O sindicato justifica que foi, perante estes avanços nas negociações, que a direção nacional do STSS decidiu suspender a greve, retomando o regime normal de urgência de feriados e fins de semana.

Desta forma - indica o sindicato - ficam cancelados os protestos agendados para sexta-feira, em todo o país, não havendo, por isso, concentrações defronte dos hospitais de S.José (Lisboa) e de Santo António (Porto), hospital Universidade de Coimbra e dhospital de Faro.

Os técnicos superiores das áreas de diagnóstico e terapêutica, constituídos em 22 profissões, três das quais por regulamentar, abrangem áreas como as análises clínicas, a radiologia, a fisioterapia, a farmácia, a cardiopneumologia, entre muitas outras, num total de cerca de 10 mil profissionais em exercício nos serviços públicos de saúde.

A paralisação que agora terminou afetou, segundo o sindicato, "praticamente todos os serviços de saúde, com especial incidência nos blocos operatórios, altas e internamentos hospitalares", ou os diagnósticos diferenciados.

Com Lusa

  • E agora?
    15:07

    Reportagem Especial

    Há uma semana, Portugal voltou a ser palco de uma tragédia que matou pelo menos 44 pessoas e deixou cerca de 70 feridas. Os incêndios destruíram mais de 800 casas, dezenas de empresas e explorações agropecuárias, mataram milhares de animais e consumiram uma gigantesca área de floresta. A reportagem da SIC andou pelo concelho de Tondela, onde três pessoas morreram e o levantamento de prejuízos ainda não está fechado.

  • "Sinto-me como quem leva uma sova monumental"
    0:30
  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • "Não compreendi absolutamente nada a substituição do Casillas"
    1:58
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    Os guarda-redes de FC Porto e Benfica estão neste momento em destaque depois de José Sá ter assumido a baliza dos dragões em detrimento de Iker Casillas. Nas águias, Svilar repetiu a titularidade frente ao Desportivo das Aves. Os comentadores do programa Play-Off Rodolfo Rei, Rui Santos, João Alves e Manuel Fernandes analisaram as duas situações.

  • Famílias afetadas pelos fogos começam a receber bens de primeira necessidade
    2:30
  • Equipa responsável por renovação da Proteção Civil ainda não é conhecida
    2:45

    País

    A constituição da unidade de missão que deverá entrar esta segunda-feira em funções para concretizar a reforma dos sistemas de prevenção e combate a incêndios ainda não é conhecida. A equipa de trabalho anunciada por António Costa será responsável por pôr de pé o novo sistema de Proteção Civil, aprovado no Conselho de Ministros extraordinário de sábado.

  • "Quero unir o PSD depois de o clarificar"
    1:17
  • Quem são os lesados do BES?
    4:52