sicnot

Perfil

País

Quase metade dos dentistas teve mais doentes no último ano

Quase metade dos médicos dentistas portugueses registou um aumento de doentes nos consultórios no último ano, segundo um estudo em que participaram cerca de dois mil profissionais de um universo de 10 mil.

As conclusões do estudo encomendado pela Ordem dos Médicos Dentistas, a que a agência Lusa teve acesso, indicam que em 46,5 por cento dos casos houve um aumento do número de utentes e em cerca de 40 por cento registou-se uma manutenção.

Este aumento de doentes assinalado pelos dentistas ocorre depois de o setor da medicina dentária ter caído para "patamares de procura muito baixos" com a crise económica, recorda o bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas.

Orlando Monteiro da Silva encara o aumento de doente com cautela e frisa que o crescimento que alguns médicos dizem sentir partiu "de um nível muito baixo", estimando que a recuperação se fará lentamente e que demorará a atingir os níveis de procura pré-crise.

Entre os dentistas que referem aumento de doentes -- cerca de metade do total -- há 75% em que o crescimento foi acima dos 11%.

Quanto aos 14% dos dentistas que registaram uma quebra de doentes, a quase totalidade considera que se deve ao contexto socioeconómico do país dos últimos anos.

Uma grande parte dos profissionais (74%) tomou medidas para reverter a situação, como a introdução de facilidades de pagamento e o ajustamento dos horários de atendimento.

Os médicos dentistas dizem que geralmente os doentes aceitam os procedimentos que são propostos e quando os recusam é maioritariamente por questões financeiras.

Sobre a intensidade da atividade profissional, o estudo vem mostrar que cada médico dentista realiza 40 consultas por semana. Mas há nove por cento que dão mais de 70 consultas semanais e, no outro extremo, sete por cento que dão menos de 10 consulta a cada semana.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Casas de Luís Filipe Vieira e Pedro Guerra foram alvo de buscas
    2:39

    Desporto

    O caso dos emails levou esta quinta-feira a Polícia Judiciária a fazer buscas no Estádio da Luz e nas casas de Luís Filipe Vieira, o comentador Pedro Guerra e Paulo Gonçalves, o assessor jurídico do clube das águias. O advogado foi constituído arguido, mas só porque um advogado para ser alvo de buscas precisa de ser arguido.

  • Buscas no Benfica? "A Justiça está a funcionar"
    0:18

    Desporto

    Bruno de Carvalho reagiu esta quinta-feira às buscas efetuadas no Benfica. À saída de uma audiência no Ministério da Educação, o presidente do Sporting abordou o tema para dizer que é sinal de que a justiça está a funcionar.

  • Este foi provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC